Pesquisar

Uso de chupeta, dedo e os danos para os dentes!

Crianças que chupam dedo ou chupeta devem receber maior atenção do ortodontista para que a arcada dentária se desenvolva sem problemas

publicidade

A sucção é muito importante para as crianças até 2 anos de idade e em algumas delas, a necessidade de sucção é maior, logo surge o hábito de chupeta ou de chupar o dedo. Maus hábitos bucais, quando presente em período prolongado, geram desequilíbrio na formação das arcadas dentárias, principalmente a mordida aberta na região anterior e o desequilíbrio anterior entre as arcadas dentárias (maxila e mandíbula).

Bebê chupando o dedo - Foto: Brocreative/Shutterstock.com

Na falta de opção entre chupar chupeta ou não, os pais devem optar por uma chupeta com bico em formato anatômico, pois se adapta melhor a cavidade bucal da criança, ajustando-se ao céu da boca e à língua, acompanhando o movimento de sucção. Os pais não devem colocar cordão, corrente ou fralda pendurados na argola da chupeta, pois além de gerar um risco de estrangulamento, também causa um aumento de peso na chupeta, provocando maior pressão nas estruturas das cavidades bucais, gerando más formações durante o crescimento dessas estruturas. Devem ser observados também, os tamanhos existentes de chupeta, pois devem acompanhar o desenvolvimento craniofacial da criança.

O papel do ortodontista é acompanhar a evolução das arcadas dentárias desde o nascimento dos primeiros dentes até o término do desenvolvimento do crescimento ósseo. O ortodontista pode diagnosticar problemas de erupções dentárias, de desenvolvimento anterior e transversal da mandíbula, e intervir de forma preventiva e interceptativa para que os problemas decorrentes de maus hábitos não se tornem definitivos após a criança chegar ao final do crescimento.

Uma vez instalado o problema ortodôntico que pode ser exemplificado por meio de uma mordida cruzada ou uma mordida aberta, o ortodontista deve intervir com aparelhos ortopédicos, na finalidade de restabelecer o crescimento e a relação corretos entre as arcadas dentárias. Estes mesmos aparelhos podem ser usados com o intuito de dificultar, de alguma forma, o hábito nocivo de sucção de chupeta ou dedo, a fim de que a criança perca também o interesse de continuar com esse hábito. Assim o aparelho pode ser usado como reeducativo ou interceptativo no tratamento ortodôntico.

publicidade
publicidade