Pesquisar

Saiba o que é Diástase abdominal

Ela pode ocorrer no pós-parto e ser fisiológica ou patológica, dependendo da extensão da abertura das paredes do reto abdominal

publicidade
A diástase abdominal é uma alteração que pode ocorrer em algumas mulheres no pós-parto. Ela pode ser fisiológica ou patológica, dependendo da extensão da abertura das paredes do reto abdominal. Geralmente, a mulher identifica quando percebe uma abertura ou abaulamento da musculatura da parede abdominal que ela não tinha antes, explica Vanessa Marques, fisioterapeuta especializada em gestantes e pós-parto, idealizadora do Donna Fisio.
 
Segundo a especialista, ela ocorre principalmente em mulheres que passaram por diversas gestações, pois resulta em aumento do útero típico da gravidez, que acaba "empurrando" os músculos abdominais para os lados. No entanto, existem outras causas de diástase do reto abdominal, tais como: excesso de peso, desnutrição e aumento da pressão intra-abdominal, que pode ocorrer devido a um tumor, por exemplo.
 
Vanessa explica que esta separação do músculo reto abdominal pode comprometer a estabilidade corporal e a mobilidade, contribuindo para o aparecimento de dor nas costas, comprometendo a postura, além de problemas estéticos e até urinários como a incontinência urinária.

diástase abdominal no pós-parto - foto: pixabay.com
 
Mulheres que não fazem exercícios físicos e que não têm o abdômen fortalecido, desenvolvem mais chances de apresentar o problema. Contribuem também hormônios da gestação que causam o relaxamento muscular (relaxina) e também bebês grandes e excesso de líquido amniótico.
 
Para se ter certeza de que é uma diástase ou não, o ideal e procurar uma fisioterapeuta especialista para por meio de testes identificar o problema e propor o melhor tratamento.
“Quanto antes a mulher procurar ajuda, melhor será. A paciente é submetida à avaliação da diástase após a liberação do obstetra responsável”, finaliza ela.
publicidade
publicidade