Pesquisar

Riscos da pré-eclampsia

A pré-eclampsia se não tratada precocemente pode complicar a gravidez, trazendo risco de morte para mãe e bebê

publicidade

Na mãe a pré-eclampsia pode causar edema cerebral, hemorragia cerebral, insuficiência renal, insuficiência cardíaca e desprendimento prematuro da placenta da parede uterina.

Esse desprendimento ocasiona hemorragia vaginal e afeta o fornecimento de oxigênio e de nutrientes que o feto precisa e este pode morrer. Mesmo que a placenta não se desprenda, a hipertensão pode reduzir o fornecimento de sangue que a placenta recebe e retardar o crescimento fetal. A pré-eclampsia também causa abortamento, prematuridade e sofrimento fetal agudo e crônico.

A prematuridade pode acontecer também em virtude da antecipação do parto. A indicação de interromper a gravidez depende da idade gestacional, da gravidade da pré-eclampsia ou eclampsia e da presença ou não de complicações.

O pré-natal é fundamental para prevenir e tratar a pré-eclampsia.

Mesa com a palavra pre-eclampsia - foto: Sohel Parvez Haque/ShutterStock.com

publicidade
publicidade