Por que a Funchicórea foi proibida?

Muito utilizado para combater as cólicas em bebês, o medicamento teve registro cancelado pela ANVISA.

Existem aquelas receitinhas que passam de geração para geração e que nossas mamães sempre empregam como argumento o “usa que minha avó já receitava e dava certo”. A funchicórea é uma dessas receitas para libertar os bebês das cólicas que assombram a maioria das mamães. Mas seu registro foi cancelado pela Vigilância Sanitária.

O “pó milagroso” tem na sua fórmula folhas de chicórea, raiz de ruibarbo e flores de funcho. Tem também a sacarina, que causa o sabor adocicado ao remédio. O pó deveria ser dissolvido em água e o bebê sugar a chupeta mergulhada nessa água.

O motivo da proibição da venda da funchicórea dado pela ANVISA é a falta de comprovação da segurança e eficácia do medicamento para os fins relatados no rótulo – combater as cólicas nos primeiros meses de vida. O processo de cancelamento estava em andamento desde 2005 e teve a decisão final em 06 de fevereiro de 2012.

O medicamento é usado há mais de 70 anos, mas não existe nenhum estudo científico que comprove a eficácia da funchicórea contra as cólicas. Diretores do Laboratório que era autorizado pela venda da funchicórea dizem que novos estudos devem ser feitos, pois em pesquisas feitas pelo próprio laboratório indicam que o extrato da planta não é eficaz contra as cólicas. O laboratório continuará com os estudos para a recuperação da autorização da venda.

Se não há comprovação da eficácia da funchicórea, muitos pais se perguntam como é que o remédio diminuía as cólicas em muitos casos e por isso era sucesso entre as mamães há mais de 72 anos?

O que os médicos afirmam é que funcionava como um “remédio psicológico aos pais”. Explica-se: a família oferecia o remédio para a criança com cólica e ficava tranquila, pois havia a sensação de que algo já tinha sido feito. O sabor adocicado tirava a atenção do bebê da dor para o gosto prazeroso do doce e assim o bebê se acalmava momentaneamente.

A cólica nos três primeiros meses de vida do bebê é normal por causa da imaturidade do sistema digestivo e assim há dificuldade em digerir alguns componentes do leite levando à dor. Não há nenhum medicamento comprovado cientificamente que combata essas cólicas.

Algumas dicas podem ser levadas para evitar as cólicas. Leite materno é sempre a melhor pedida, pois a sua digestão é mais fácil. A amamentação deve ser exclusiva até os seis meses de vida sem a inclusão de água ou chás que também não resolvem as cólicas.

Não há nada provado que a alimentação materna interfira nas cólicas do bebê. A mamãe não deve restringir a sua alimentação por conta disso. As mamães devem ficar preocupadas e procurarem um médico quando o choro das cólicas vier acompanhado por febre, evacuação com sangue e diarreia.

Bruno Rodrigues

Leia Também:

Comentários

Luizinha

Olha, eu não cheguei a pegar a fase do funchicorea, mas eu usei o funchicalm que é a nova marca do remédio. Ele é natural, não tem açucar e nem corante. Funcionou muito com o meu bebê.

Ivan DeBagé

Tenho 2 filhos que utilizaram a funchicória e foi excelente, meus sobrinhos também usaram e sempre fez muito bem. Agora minha esposa teve outro bebê e ficamos triste com a notícia dada nas farmácias. Certamente esse governo podre já deve estar providenciando a autorização de um pozinho de maconha para vender aos pais para dar aos bebês (claro que fará mais mal e custará mais caro, mas...importa?)

Ivan DeBagé

Certamente foi proibida porque era barato demais e fazia efeito sim. Mas isso não certamente não retorna em lucro para os corruptos que se apoderaram da nação e a estão destruindo. Esse é o verdadeiro motivo pelo qual eles estão acabando com tudo que presta. Se vocês prestaremm atenção, eles proibem a venda da FUNCHICÓRIA, mas querem liberar a venda da MACONHA. então o que pode-se esperar?

Paizão

Meu bebê chorava muito de cólicas e foi só a Funchicórea que resolveu. Como um remédio assim não é eficaz? ainda mais se é usado a 70 anos? os pediatras que me desculpem mas eu confio mais na experiência das pessoas e não no último lançamento das industrias farmacêuticas.

MamãedaLuiza

Minha bebê tem 1 mês, a pediatra dela mesmo recomendou o uso da funchicória, ao que parece estão voltando a vender. Minha bebê fica bem mais calma depois que eu utilizo.

Stefanoalbuquerque

Tenho 3 filhas, usei o produto com as 3 e sempre funcionou, ja indiquei para varias pessoas e sempre funcionou, infelizmente como tudo no brasil, se é bom, elimina, afinal esta fazendo bem pra população.

Acho uma sacanagem.
Procurei o produto para o meu cunhado e não encontrei. Um absurdo e proibição

Dani

Pois é, usei esse remédio na minha primeira filha, à 12 anos atrás, porém com minha caçula, que está com 9 meses, não pude ter o privilégio de ver minha pequena pequena sem dores.

LAMENTÁVEL!!!!

Proíbem um remédio, à base natural, para alimentar industrias farmacêuticas!!!!

Drelvas

Tenho um filho de 3 anos e usei funchicorea e fez efeito sim, e não era efeito psicológico. É claro que não é milagroso mas é muito bom. Com meu filho funcionavam duas coisas: funchicorea ou a bolsa de água quente na região da barriga

espero que volte!!
Abraços

Pesquise aqui
Depoimento