O que é Trombofilia?

A trombofilia é um problema grave e pode ser responsável por alguns abortos "sem explicação".

Trombose é a formação ou o desenvolvimento de coágulos sanguíneos. Já a trombofilia é a propensão a desenvolver trombose ou outras alterações em qualquer período da vida, inclusive, durante a gravidez, parto e pós-parto, devido a uma anomalia no sistema de coagulação do corpo.

Na gravidez existem maiores possibilidades de uma mulher desenvolver a trombofilia. As causas não são todas  conhecidas, mas sabe-se que o fator genético da doença é uma delas. “Não podemos nos esquecer que entre as modificações do organismo da futura mamãe, há uma grande tendência de hipercoagulabilidade natural. Isso é fundamental para garantir que após o parto, a contração uterina ajude a encerrar a hemorragia que acontece após a saída da placenta. De outra forma, as mulheres morreriam após dar à luz”, explica o Dr. Antonio Braga, obstetra da Maternidade da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro.

A trombofilia é um problema grave de saúde e precisa ser tratada o mais rápido possível. Se ignorada, pode trazer sérios problemas para a mãe e até causar a morte do bebê. O risco é que os coágulos obstruam os vasos sanguíneos, causando o entupimento das veias dos pulmões, coração e cérebro materno, como também obstruindo a circulação na placenta.

É importante que o ginecologista que acompanha a gestante conheça o histórico da paciente e faça um acompanhamento mais detalhado caso tenha história pessoal ou familiar de trombose; três ou mais abortos naturais de 1º trimestre, dois abortos de 2º trimestre ou um caso de natimorto; casos de pré-eclampsia grave, principalmente em grávidas com menos de 32 semanas de gestação; história de descolamento prematuro de placenta e parente de primeiro grau com mutações no sangue. Para detectar se há algum tipo de trombofilia, o médico deve pedir uma complexa investigação laboratorial.

Segundo o Dr. Antonio Braga, existem tratamentos eficazes caso haja o desenvolvimento de trombofilias. O ideal é que o médico que acompanha a mamãe fique atento a qualquer sinal e assim que detectado o problema, encaminhe-a para um hematologista ou reumatologista.

Fernanda Segantini

Comentários

Ana lidia

Olá meninas, sou de mossoro RN tenho trombofilia,fiquei sabendo apos o meu bb ter nascido com 24 semanas devido pre eclampse.Fui para um hematologista ele indicou que na proxima gravidez vou ter que tomar clexane. Doi muito? vou ter que tomar 240 injecoes estou um pouco aflita.Tambem minha GO informou que eu tenho q perder peso.Algum dos medicos de vcs pediram isso?

Sol

Boa noite meninas, tive uma gravidez interrompida, com 16 semanas. Depois de um aborto, troquei de medico, e Deus colocou um anjo em minha vida, Dr. Marcondes, excelente medico, ele me passou vários exames, e em um deles acusou a trombofilia, fiquei triste mais ao mesmo tempo aliviada. Espero logo logo consegui engravidar e ter meu filho em meus braços, pois nesse momento e o que eu mais quero. Bj

Lidia

Uma gravidez de sucesso, só depende do acompanhamento rigoroso com um médico especializado (obstetras ñ entendem disso), medicamento e vitaminas, durante toda a gestaçao e após o parto.
Tenho a mutaçao MTFHR Homo e descobri antes da gravidez. Uso td dia Clexane, Aas, vitamina B e Acido fólico (dica preciosa da minha medica: trombofilia ñ absorve essas vitaminas, taí a causa de alguns abortos).

Re

descobri que tendo trombofilia, depois do meu terceiro aborto e agora estou tentando engravidar . Tenho uma filha com 7 anos e descobri a trombofia depois dos abortos. Estou com 39 anos e com muita esperança que de tudo certo. Estou sendo bem acompanha-da e esperando o teste positivo par começar a to,ar as injeções. Vou ficar de reposo tb

Lili

Meninas tenho a mutação no gene da protrombina Heterozigoto. algumas de vcs tem essa trombofilia? E quala sua experiência na gestação ?

Lili

Olá, tenho trombofilia e estou com dificuldade de encontrar um GO no Rio de Janeiro que possa me assistir durante a gestação. Se alguém conhecer, por favor me ajude

Tati

Olá Meninas!!!

Estou desesperada, e preciso da ajuda de vcs...
Já tive 2 abortos espontânios, sou a- e meu marido a já tomei a vacina após o 1 aborto, mas mesmo assim perdi o 2º.
o 1º perdi com 3 semanas e o 2º com 7 semanas (não tinha embrião)...
O que eu faço??
Alguem me recomenda um medico bom??

Grata

Keniacafeteiro

Oi zena!!
No que eu poder ajudar,pode contar comigo!!!
Meu email keniacafeteiro@gmail.com

Paty

tomar o acido folico, engravidei e após muitos sustos tive minha filha, graças a Deus foi tudo bem, A * ou- ! mes descobri estar gravida de novo, e advinhe estou de 5 meses e NÂO sabia,é outra linda menina, Tenham FÈ em Nossa Senhora de fatima em suas oraçoes não peçam filhos, peçam q nossa mae cubra com seu manto o seu uteroe o bebe qu, e só agradeça os milagres que vão acontecer por que eles vir

Paty

Boa noite! Quero contar minha história p vcs, Eu perdi 4 bebes todos até 07 semanas de gravidez, foi qd encontrei uma GO que pediu vaaarios exames e um deles mostrou q tenho uma mutação genetica que é a trombofilia, ela me esclareceu q teria q tomar a clexane (injeção) todos os dias desde o dia q descobrisse a gravifez até o dia de ganhar nenem.Qd descedi engravidar de novo 6 meses antes comecei a

Cris

Eu tenho trombofilia tive pré-eclampsia na primeira gestação mas graças a Deus minha filha nasceu bem. E agora na segunda gestação a médica descobriu a trombofilia o exame que fiz é PCR (Proteina C Reativa) tomo uma injeção por dia Versa tenho que tomar um mes depois que nasce e depois fazer todos os exames cada meio ano me trato com uma hematologista tratamento para o resto da vida.

Zena

Olá pessoal, perdi 3 bebes bem no inicio da gestação. Na terceira gestação fiz uso da heparina, mas mesmo assim a gravidez nao foi p frente. Gostaria da ajuda de vcs que já passaram p problema e venceram.

Pesquise aqui
 
Depoimento