Fimose: como lidar?

Ainda existem muitas dúvidas sobre o que fazer quando o nosso filho apresenta fimose. Será necessária cirurgia, exercícios ou pomadas? Antes de explicar o que fazer diante de uma fimose, vamos saber exatamente o que isso significa.

O pênis é formado pela cabeça, chamada de glande, o corpo e a base (parte que fica junto ao corpo). Ele é revestido de uma pele chamada prepúcio que serve para proteger principalmente a glande, parte muito sensível do pênis. O prepúcio é retrátil, isto é, se puxarmos a pele em direção à base do pênis a glande ficará exposta.

A fimose é a dificuldade de expor a glande do pênis porque o prepúcio não retrai. Isso se deve pela aderência da pele na glande ou pelo anel do prepúcio ser muito estreito. A fimose em recém-nascidos é fisiológica, isto é, normal e regride espontaneamente.

Cerca de 90% dos meninos nascem com fimose: é a proteção natural da glande. Aos seis meses de idade, esse número cai para 20 % e aos três anos os números invertem: 90% dos meninos já não apresentam fimose.

Exercícios de retração à força da pele podem causar microtraumatismos, dor, inflamações e até sangramentos. A cicatrização dos microtraumatismos pode piorar a condição da fimose, já que a cicatriz leva a um estreitamento maior do anel do prepúcio.

Cuidados - Além disso, a dor pode fazer com que a criança não queira mais a manipulação dos genitais, criando na região um ambiente propício para infecções como as balanopostites (infecções do prepúcio e glande). A higienização do pênis do bebê deve ser realizada até a parte que consiga ser exposta, sem fazer muita força.

Se as infecções forem de repetição, por vezes, apenas um descolamento da pele com anestesia local tópica é suficiente para evitar novas infecções.

Quadros de infecção urinária, dificuldade de urinar, muito acúmulo de esmegma (substância esbranquiçada que aparece na região da glande quando a higienização não é adequada), infecções locais repetidas e fimose fibrótica (quando aparece depois de microtraumatismos) normalmente são casos onde a cirurgia é indicada.

A cirurgia da fimose, postectomia, é feita com anestesia geral e dura em média 30 minutos. A recuperação é rápida, a criança pode voltar às atividades em três dias, evitando brincadeiras que possam causar traumas nessa região pelo menos um mês (evitar jogar bola, correr, lutas, andar de bicicleta).

Creme - Há um outro tratamento a base de creme corticóide aplicado no prepúcio com algumas manobras indicadas pelo urologista que apresentam resultados satisfatórios.

A escolha do tratamento adequado da fimose para seu filho deve ser avaliada por um urologista. Qualquer dúvida sobre a formação ou aparência do prepúcio, glande ou freio do pênis do seu filhote, consulte o médico.

Dicas

A presença de fimose não altera o desenvolvimento do pênis, por isso, a cirurgia não fará o pênis aumentar.

A circuncisão é como algumas religiões chamam a cirurgia de fimose. Elas fazem essa cirurgia rotineiramente em seus pequenos seguidores, logo que nascem.

A higiene da região da glande é muito importante para evitar infecções. Peça para o urologista ou pediatra do seu filho explicar como limpar essa região de maneira adequada.

Bruno Rodrigues

Pesquise aqui
 
 
Depoimento