Pesquisar

Cuidando da alimentação desde cedo

Confira dicas e cuidados necessários que cada refeição pede

publicidade
É essencial ter cuidados com a alimentação, desde cedo. A nutrição referente aos primeiros 1.000 dias - 270 de gestação e durante os dois primeiros anos da vida do bebê, é essencial para a boa formação do sistema imunológico, cognitivo, crescimento e desenvolvimento.

Até os seis meses, a criança precisa exclusivamente do leite materno, uma vez que o alimento se adapta conforme o crescimento do bebê. “A importância do aleitamento para criança em sua composição nutricional, pois possui nutrientes que são importantes para crescer, ganhar peso e se desenvolver intelectualmente”, explica a professora do curso de Nutrição da Anhanguera de Niterói, Flávia da Silva.

Além de carboidratos, o leite é composto por proteínas, gorduras, vitaminas e minerais necessários para o crescimento e desenvolvimento dos pequenos. Há também imunoglobulinas, que são anticorpos de defesa passados da mãe para o filho, cruciais para proteger o bebê de doenças.

alimentação_bebe_foto:pixabay.com

Segundo a professora do curso de Nutrição da Uniderp, Kátia Wollf, mesmo em lugares e dias quentes, não há a necessidade de dar água para criança. Trata-se de um alimento completo!

A alimentação complementar deve ser inserida no sexto mês, com papinhas de frutas, intercaladas com as mamadas. Depois, a partir do primeiro ano, é indicado que a criança tenha três refeições e o leite materno em intervalos livres.

“O consumo de alimentos in natura são decisivos para a boa formação da criança. Tal ato previne doenças na fase adulta, como obesidade, diabetes, hipertensão, alergias, entre outras”, alega a coordenadora e professora do curso de Nutrição da Anhanguera de Santo André, Fabiane Higo.
publicidade
publicidade