Pesquisar

Cuidado com os tecidos

publicidade

Além de escolher produtos certos que não causem irritação na pele sensível das crianças, é preciso cuidar com carinho das roupas para que elas durem mais tempo.

Cada tipo de tecido demanda um cuidado diferente. Qualquer descuido é suficiente para encolher a peça, manchar e danificar o tecido. Normalmente, as etiquetas trazem orientações sobre o modo ideal de lavagem.

Algumas roupinhas com tecidos delicados, aplicações, rendas, fitinhas e bordados precisam ser lavadas à mão, com a água na temperatura correta e sabão neutro.

Em geral, tecidos sintéticos como o poliéster e o elastano são resistentes, mas não devem ser lavados com água quente. Já os tecidos de algodão, que são feitos com fibras naturais, são apontados como o melhor tecido para os bebês e não dão muito trabalho na manutenção, mas se a lavagem for feita com água quente, ele pode encolher. Peças feitas de viscose, acetato e outras fibras regeneradas são delicadas e não devem ser centrifugadas nem torcidas. Dê uma atenção especial às roupas de malha de elastano, a conhecida Lycra. Se forem coloridas, não devem ficar de molho, pois podem manchar.

O ideal é lavar a roupa com água fria e dissolver bem o sabão antes de emergir a roupa, seja no balde ou na máquina de lavar. Lembre sempre de separar as peças brancas das coloridas. Inclusive, roupas com cor devem ser lavadas separadamente nas primeiras vezes, quando soltam mais tinta.

Evite esfregar as roupinhas no tanque ou centrifugar na máquina. Normalmente as peças dos bebês são delicadas. Depois de enguaxar bem, apenas pressione suavemente para tirar o excesso de água antes de por para secar no varal.

publicidade
publicidade