Pesquisar

Caxumba e infertilidade

publicidade

Caxumba causa infertilidade em metade dos homens adultos

No ano passado foram notificados 737 surtos da doença, que atingiu mais adultos do que crianças.

Dados do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo revelam que os surtos de caxumba aumentaram quase 500% entre 2006 e 2007, quando foram notificados 737 surtos e 3.187 casos. Até março deste ano, 35 surtos já tinham sido notificados no estado. Popularmente conhecida como uma doença infantil, a caxumba vem acometendo mais adultos e preocupando pela possibilidade de causar infertilidade.

“A caxumba é uma doença infecciosa transmitida por gotículas de saliva, tosses e espirros da pessoa infectada. Age mais sobre as glândulas parótidas, provocando inchaço atrás das orelhas, mas pode acometer os testículos. Metade dos jovens adultos que apresentam orquite, que é a inflamação dos testículos, acaba ficando irreversivelmente infértil. Neste caso, a melhor forma de prevenir a doença é através da vacinação ainda durante a infância”, diz a doutora Silvana Chedid, especialista em tratamentos de fertilização in vitro.

Segundo a especialista, ainda que o paciente permaneça em repouso enquanto apresentar dor e febre, isso não impede que a caxumba “desça” para os testículos. “O ideal é que esse paciente procure seu médico para, depois de seis meses, fazer os exames que conferem a taxa de produção de espermatozóides. Dependendo do resultado, ele poderá gerar filhos naturalmente. Já se houver redução no número ou na qualidade dos espermas, deverá contar com a eficiência das técnicas de reprodução assistida”.

publicidade
publicidade