Pesquisar

Câimbras na gravidez: previna

Alimentação saudável, alongamentos e atividades físicas ajudam a minimizar as ocorrências

publicidade

A definição de câimbra é uma contração involuntária do músculo esquelético. É mais frequente durante a noite ou após excessos de exercícios físicos sem o devido condicionamento para tal. É mais comum nos grupos musculares da panturrilha e anterior e posterior da coxa. Na gravidez, as câimbras acontecem mais no 2º e 3º semestre e casualmente pode ocorrer na musculatura abdominal.

O Dr. Victor Hugo Sanchez, membro da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) com título de habilitação em Medicina fetal, explica formas de evitar as indesejáveis câimbras no período da gestação. “É importante fazer alongamentos antes de dormir, caminhadas frequentes, natação, usar roupas confortáveis e evitar o salto alto.”

A alimentação também é importante. A gestante deve evitar refrigerantes, salgadinhos, produtos enlatados, que contém fósforo que, em excesso, podem produzir câimbras. “Consumir alimentos ricos em cálcio (leites e derivados), magnésio (folhas verdes como couve, rúcula, espinafre), grãos como lentilha, feijão e cereais integrais e também o potássio, presente na banana, no tomate, feijão branco e cenoura”, esclarece o médico.

O Dr. Victor aconselha que a gestante faça alongamentos quando sentir algum grupo muscular afetado. “Fazer também massagem no músculo atingido, tomar banho de água quente ou por uma bolsa quente no local afetado. Pequenas caminhadas também podem aliviar a dor”.

A falta de alimentos ricos em potássio, magnésio, cálcio podem causar as câimbras, além do excesso de fósforo junto com a desidratação. Dr. Victor explica que, usualmente, as câimbras não são motivos de preocupação. “Se são contrações involuntárias esporádicas, não há motivo para apreensão. Se as câimbras são muitos frequentes e produzem dor constante, outros fatores devem ser avaliados, como inchaço, vermelhidão, alteração da sensibilidade do local, pois podem ser causas relacionadas com alteração vascular”.

Mulher grávida com câimbra na perna - foto: RioPatuca/ShutterStock.com

publicidade
publicidade