Pesquisar

Cabecinha torta

O seu bebê parece estar com a cabeça torta ou amassada? Veja o que fazer.

publicidade

Muitas mães têm dúvidas referentes a deformidades na cabecinha do bebê. Muitas vezes eles já nascem com a cabeça torta e outras vezes, por ficarem deitados na mesma posição durante muito tempo, acabam ficando com a cabecinha "amassada".

Segundo a Dra. Carmen Lúcia, pediatra da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, a deformidade no crânio do bebê na fase do nascimento até os primeiros meses de vida é normal. "É comum que alguns bebês nasçam com a cabecinha 'amassadinha'. Geralmente tem uma relação direta com a posição do bebê dentro do útero ou até mesmo com a passagem pelo canal vaginal. O índice pode aumentar na gestação de gêmeos e no bebê com torcicolo congênito", explica a pediatra.

Essa deformidade do crânio na fase neonatal pode ocorrer desde o nascimento até os primeiros meses de vida e se resolve espontaneamente.

A posição que o bebê dorme também influencia muito na forma da cabeça do bebê nos primeiros meses de vida, quando o crânio tem mais capacidade de se deformar. Como os pediatras recomendam que recém-nascidos durmam com a barriga para cima para diminuir o do risco da Síndrome da Morte Súbita, a parte posterior da cabeça pode ficar amassadinha.

A dica é alterar um pouco a posição da cabeça do bebê durante o repouso, virando levemente para um lado e para o outro. Quando estiver acordado, ele pode ficar durante um tempo de barriga para baixo, mas sempre observado para evitar que tenha dificuldade de respirar.

Não é de tudo verdade que se não voltar a forma até os três meses, o bebê irá manter a deformidade. Normalmente, o achatamento desaparece com o crescimento da criança. Por outro lado, existem várias alterações da forma do crânio e de origens bem diferentes. Sendo assim, é importante consultar o médico para saber se a alteração no formato da cabeça do seu bebê é apenas por causa da posição de dormir.

publicidade
publicidade