Pesquisar

Alguns mitos da gravidez

Aqui vamos desmistificar algumas histórias que as vovós, titias e vizinhas ainda acham que são verdadeiras e deixam a cabeça da futura mamãe confusa

publicidade

Existem muitas histórias que giram em torno da gravidez. São tantos contos e lendas que a mamãe fica sem saber se acredita ou não. Até porque às vezes as informações são verdadeiras Mas têm outras que são mentirosas e que passam de geração para geração sem saber onde tudo e por que começou.

Aqui vamos desmistificar algumas histórias que as vovós, titias e vizinhas ainda acham que são verdadeiras e deixam a cabeça da futura mamãe confusa.

O sexo pode prejudicar o bebê – O sexo só será proibido se o médico encontrar alguma alteração com a gestação (como deslocamento de placenta e pressão alta). Se não tiver problema algum com a gestante e o bebê, o sexo está mais do que liberado. Não machuca o bebê, já que está envolvido pela placenta. E além de aumentar o fluxo sanguíneo na área da bacia aumentando a oxigenação fetal, as endorfinas produzidas no orgasmo trazem a sensação de bem-estar no bebê.

mitos da gravidez - yanalya / Freepik

Ficar em jejum para diminuir o enjoo – Isso não é verdade! Pelo contrário, a mulher deve comer mais vezes e em menos quantidade se quiser diminuir a sensação de enjoo.

Se a grávida soprar a nuca do marido quando este está dormindo, passa os enjoos para ele – Enjoos são causados pelos inúmeros hormônios que a mulher têm no seu organismo durante a gravidez e isso NÃO melhora apenas com um sopro na nuca do marido.

A mulher deve comer por dois – Mais um engano. A mulher deve aumentar somente 300 calorias por dia para que tenha uma gravidez saudável sem um grande aumento de peso. Essa quantidade já é suficiente para que o bebê se desenvolva de forma satisfatória. A mulher deve comer mais qualidade e saudavelmente.

Barriga redonda indica menina e pontuda menino – A forma da barriga NÃO tem relação com o sexo do bebê. A barriga se desenvolve dependendo da conformação física da mamãe.

Exercícios físicos durante a gravidez fazem mal – Não podemos realizar as mesmas atividades físicas de antes da gravidez, mas exercícios supervisionados por um profissional especializado são mais do que recomendados. Hidroginástica e caminhada são exercícios de baixo impacto que podem ser realizados pela futura mamãe.

Se a grávida tem muita azia, é porque o bebê vai ser cabeludo – O que vai definir se seu filho vai ser ou não cabeludo não é a azia e, sim, a genética. A azia aparece porque o útero pressiona o estômago, causando um refluxo do ácido do estômago.

Se os desejos da grávida não forem satisfeitos o bebê pode nascer com algum sinal – Os desejos são originados normalmente devido à necessidades do organismo da grávida, como falta de alguma vitamina. Mas se a mamãe não comer a jaca que deseja seu filho não vai nascer nem com cara nem com algum sinal lembrando a jaca.

Grávidas devem fazer sauna ou permanecer em banheiras com água quente por muito tempo – Mentira. Mamães grávidas NÃO podem ficar em banheiras e saunas por muito tempo. O calor estimula a vasodilatação dos vasos, podendo levar a uma hipotensão arterial. E isso prejudica o transporte sanguíneo para o feto.

Gestante não pode andar de moto? - Não existe nenhum estudo ou pesquisa que relacione prejuízos ao feto ou para a gestante que anda de moto (seja pilotando ou como passageira - garupa). O que irão surgir ao longo do tempo são desconfortos para a gestante devido à postura. Mas a estatística é cruel para quem anda de moto no Brasil. Os números de acidentes não param de aumentar e a maioria deles ou causa invalidez permanente ou a morte, segundo os números do Seguro DPVAT. Sendo assim, a recomendação é que se tenha bom senso e utilize a moto apenas em situações realmente necessárias, mas se possível escolha ir de carro ou ônibus para o seu compromisso, esteja ou não grávida.

publicidade
publicidade