Vacina Hepatite B

Essa vacina também está no calendário de vacinação da rede pública da criança, a imuniza contra a hepatite B e é realizada em três doses através de injeção, em geral na face lateral da coxa.

A primeira dose da vacina contra a hepatite B deve ser administrada na maternidade, nas primeiras 12 horas de vida do recém-nascido. É aplicada via muscular em crianças pequenas. Desde meados de 2012 essa vacina faz parte da vacina Pentavalente oferecida pelo Ministério da Saúde, por isso as doses subsequentes virão na forma de vacina Pentavalente.

Crianças nascidas com peso igual ou inferior a 2 quilos devem receber a primeira dose ao nascer, a segunda ao completar 2 quilos, a terceira um mês após a segunda dose, e a quarta, seis meses após a segunda dose.

Pode ocorrer dor no local da aplicação e febre. Caso a febre fique alta, um antitérmico deve ser administrado.

Como a hepatite B se desenvolve? - As formas de contágio de hepatite B em crianças são através do parto, onde o bebê entra em contato com o sangue infectado da mãe e através do sangue de alguma pessoa contaminada, como em transfusões.

Quase 90% dos recém-nascidos infectados por suas mães no parto tornam-se portadores crônicos, podendo transmitir a doença para seus parceiros durante a vida. Uma entre cada quatro crianças que contraem a Hepatite B de suas mães desenvolve câncer hepático ou cirrose.

Os sintomas mais comuns são iguais aos de uma gripe. Também pode ocorrer cansaço, febre discreta, dores musculares e nas articulações, náuseas, vômitos, perda de apetite, dor abdominal e diarréia. Algumas pessoas desenvolvem icterícia (olhos e pele amarelados), urina escura e coceira na pele.

Infelizmente não existe tratamento específico para essa doença. Por isso, o melhor a fazer é preveni-la com a vacinação.

 

 

Pesquise aqui
 
Depoimento