Pesquisar

Toda mãe pode amamentar?

Em geral, não existe qualquer impedimento, até mesmo para muitos casos de mães doentes ou que sofreram intervenções cirúrgicas

publicidade

Não há dúvidas que amamentar é um ato de coragem, doação e amor. É por isso que médicos e especialistas têm feito um tremendo esforço para incentivar o aleitamento materno. E o resultado está ai. Muitas mães que pensavam não poder amamentar seus bebês, devido a doenças, operações no seio e outras dificuldades, conseguiram provar que o esforço vale a pena. E para aquelas que não podem amamentar, sempre há como recompensar o bebê.

A Dra. Sílvia Maria Baliero Nigro reforça que até as mães com câncer de mama podem amamentar desde que estejam clinicamente bem, e não estejam recebendo quimio ou radioterapia. “Inclusive mães mastectomizadas de uma mama, amamentam com a outra”, conta a pediatra.

As mães que têm silicone no seio precisam consultar um médico para avaliar seu caso. “Alguns aspectos da técnica cirúrgica empregada podem ser fatores limitantes”. Isso acontece quando o mamilo é removido na cirurgia. Porém as mulheres que não tiveram seus nervos e condutores lácteos cortados, não terão problemas para dar de mamar.

A maior parte das doenças maternas não impede a amamentação. Entretanto, em algumas situações, como quando a mãe é infectada pelo vírus HIV, ela é orientada a não amamentar o seu filho. Estima-se que a possibilidade de a mãe soropositiva transmitir o vírus para a criança pela amamentação é de aproximadamente 14%, quando a mãe já está infectada pelo HIV; e de 29%, caso ela se infecte durante o período de amamentação.

As mães que não podem amamentar devem lembrar que o momento de alimentar o bebê continua sendo extremamente importante para o desenvolvimento da criança e deverá ser aconchegante, tranquilo, de troca de carinho.

E para provar que nada é impossível para uma mãe, já existem até casos de mães adotivas que conseguiram amamentar seus bebês. “Em casos especiais com estímulo da sucção do bebê e, eventualmente, farmacológica, a mãe adotiva consegue amamentar seu bebê, ao menos parcialmente”, conta a Dra. Sylvia.

Mãe amentando seu bebê sentada na cadeira - foto: Halfpoint/ShutterStock.com

publicidade
publicidade