Tirando a fralda

Algumas crianças deixam as fraldas mais cedo que outras. Algumas deixam as fraldas logo que entram na creche/escola. E outras parecem que não vão deixar nunca as fraldas. É preciso muita paciência.

O treino ao penico ou vaso sanitário depende do amadurecimento dos músculos responsáveis pelo controle do ato de urinar e defecar, que são os esfíncteres. Este amadurecimento se dá por volta dos dois anos de idade e adquire a plenitude por volta dos três anos, assemelhando-se ao estado de amadurecimento dos adultos.

Os pais devem ficar atentos, pois a criança sinaliza quando começa a se sentir incomodada por estar molhada ou com fezes, ou seja, está pronta para iniciar o treino.

Geralmente, o controle das fezes é mais bem sucedido e mais fácil que o da urina, pois pelo fato de a criança fazer menos vezes ou uma vez por dia, acontece quase sempre no mesmo horário. Além do quê, é difícil ocorrer à noite, durante o sono e mesmo com o corpo em estado de relaxamento.

Mãe colocando o bebê troninho sanitário - Iakov Filimonov / ShutterStock

É um processo que exige muita paciência e calma por parte dos pais, pois depende também de que a criança reconheça a vontade de evacuar ou de urinar, saiba se expressar adequadamente, para que possa ir ao lugar conveniente. Para isto, já deve ter sido providenciado o penico ou assento sanitário infantil.

Seria interessante, inclusive, que a própria criança escolhesse o seu ¨troninho¨, para que houvesse um estímulo a mais para iniciar o treino. Ele deve ser confortável e que possibilite o apoio dos pés no chão.

Mesmo assim, muitas vezes pode acontecer de não dar tempo. Os pais devem respeitar as dificuldades infantis, o seu próprio ritmo de aprendizagem, sem críticas, pois ela já se sente frustrada por não corresponder ao que esperam dela, bem como, ao que ela também espera de si mesma.

Durante o dia, a pessoa que está cuidando da criança, pode perguntar-lhe se não está com vontade de ir ao banheiro, pois ela pode estar tão absorta que nem se lembre ou por não querer interromper o que está fazendo. À noite, antes de colocá-la para dormir, leve-a para fazer xixi e não ofereça muito líquido.

De qualquer forma, de dia ou de noite, os ¨acidentes¨ acontecem, são comuns e as crianças não têm culpa, portanto, não devem ser castigadas jamais.

É importante destacar que o controle esfincteriano não é inato, depende de aprendizagem, do amadurecimento do sistema nervoso e do condicionamento, que se dá devido à repetição dos comportamentos durante o treino.

Não se pode esquecer de que a criança viveu em fralda suja por muito tempo antes desse procedimento ser iniciado e que devia às pessoas cuidadoras o fato de ficar limpa e seca.

Para facilitar o sucesso infantil, os pais devem aguardar o momento certo, que é quando ela começa a ficar incomodada, estimulando-a a se desenvolver, sem pressão. Eles têm que ter a sensibilidade de perceber que a criança está pronta para aprender e não impor o procedimento, pois poderá levá-la a atitudes de rebeldia. Isto não significa que devam ser permissivos, o que atrapalharia o aprendizado.

O controle dos esfíncteres têm relação com o domínio do próprio corpo e com o controle das emoções, por isso é tão importante.

A criança aprende que não pode mais evacuar ou urinar onde e quando sentir vontade. Deverá controlar suas necessidades até chegar ao local correto.

Os pais podem se valer de brincadeiras, momentos descontraídos para ajudar seu filho a não se sentir pressionado e compreender que o controle do próprio corpo é uma conquista valiosíssima, pois está deixando de ser bebê, vai cuidar da higiene e da limpeza e evoluir cada vez mais.

É por este motivo que muitas escolas só aceitam crianças a partir de três anos, pois além de ela ter aumentado significativamente seu vocabulário, podendo se expressar melhor, também já deve ter deixado o uso da fralda e estar apta para fazer uso do banheiro para fazer suas necessidades fisiológicas.

De qualquer maneira, se a criança estiver em condições físicas saudáveis e emocionalmente equilibrada, aprenderá o controle dos esfíncteres naturalmente, sem grandes transtornos.

Leia Também:

Comentários

Andréia

Meu filho não queria fazer cocô no troninho ou no vaso. Ele pedia para usar fraldas, isto foi até quase 4 anos. O que FUNCIONOU: ele colocou as mãos dentro da água do vaso e revistou todo ele, sentou e fez. Sugiro 2 livros: Cocô no trono, Benoit Charlat, SP: Cia das Letrinhas, 2006. Adeus, fraldas, adeus, Sergi Camara, Coleção Tris-Trás.

Kelly_l_schvab

OI, minha filha esta com 2 e 6 meses e não aceita ir ao penico ou banheiro, coloco e espero até uns 20 minutos e nada, ela segura e quando eu coloco a calcinha ela faz o xixi e o coco...ela tambem nao pede pra mim, só uma vez ela pediu pra professora e mesmo assim nao deu tempo de levar, nao sei mais o que fazer.Me ajudem!!

Flávia

Meu filho tem 2 anos e cinco meses e eu já segui todas as dicas de vcs, mas até agora nada, parece que ele tem medo de pinico, vaso...Só faz na roupa, não sei mais como agir....

Dede

Olá, tudo bem?
Minha filha tem 2 anos e quatro meses, desde 1 ano e 6 meses já faz xixi no banheiro, fica o dia inteiro sem fralda, mas na hora de fazer o cocô... me decepciono, pois ela não pede para ir ao banheiro ou por fraldas, apenas faz na calcinha. Não aceita de jeito nenhum o banheiro, em casa já tentei colocar o redutor mas também não aceitou, pergunto sempre estimulo, o que fazer...

Suy

minha filha tem 3 anos , só usa fralda para dormir porque ele bebe muita aguá a noite..uns três meses atras que ele aprendeu a ir ao banheiro sozinha ,fiquei surpresa ela me chamando para limpa-la..quando a gente menos espera ela largou a fralda..

Valdirene

Meu filho está com 3a6m e ainda não consegui tirá-lo da fralda...estou desesperada, já fiz de tudo, tudo o que minha mãe ensinou, tudo o que pesquisei na internet...mas se ele fica sem fralda segura xixi e coco até ficar chorando de dor...a pediatra aconselhou colocar a fralda denovo e esperar mais um pouco...aceito conselhos!!

Dêca

olá,o meu filho esta com 1 ano e 11,comecei o processo de desfralde com 1 ano e 7m. Foi bem tranquilo, isso tudo em conjunto com a creche. Por duas semanas ele se recusava a fazer coco no pinico e no redutor de vaso, so fazia nas calças,tive a ideia de colocar o bob esponja que ele gosta do lado do pinico e comecei a dizer que o bob ia esperar ele a fazer o coco, a partir dai ele começou a fazer.

Jacque

Meu filho tem 4 anos e 4 meses, vai ao banheiro sozinho fazer xixi, até na rua ele se virar, mas ainda usa fralda para dormir, o problema maior é que não faz cocô no vaso de maneira nenhuma, já tentei dar surpresas, já brinquei, já comprei penico e nada...ele pede para colocar a fralda pq quer fazer cocô, já tentei deixar sem colocar mas fiquei com medo de prender o intestino dele, oq fazer?

Pesquise aqui
 
Depoimento