Pesquisar

Seu Leite pode salvar vidas!

Campanha da Baby Dove em parceria com o Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros e a Uber incentiva mulheres a doarem leite materno

publicidade
No Brasil, a prematuridade é a principal causa de mortalidade de bebês com até sete dias de vida. Por hora, 40 bebês nascem antes do tempo, colocando o Brasil entre os 10 países com maior índice de partos prematuros no mundo.

Os cuidados com os bebês prematuros incluem a amamentação com leite materno que além de nutrir, fornece anticorpos naturais para defesa de seus organismos frágeis. Como nem toda mãe consegue produzir leite para os seus filhos logo após o parto, principalmente nestes casos de prematuridade, o banco de leite humano é a principal iniciativa para frear a mortalidade de prematuros.

Por isso, a Baby Dove estabeleceu uma parceria com o banco de leite do Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros – centro de referência no Estado de São Paulo, com a missão de ampliar a doação de leite materno humano. Queremos dar visibilidade à causa e ajudar que mais mulheres doem leite materno, e ajudem assim a salvar a vida de milhares de prematuros, amplificando a causa e fazendo com que mais pessoas se engajem na campanha Seu Leite Pode Salvar Vidas.

campanha Seu Leite Pode Salvar Vidas - Doe Leite Materno

Por que o leite materno é tão importante para os bebês prematuros?

Considerado tanto pela Organização Mundial da Saúde (OMS) quanto pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) o único alimento capaz de nutrir todas as necessidades de um bebê, o leite materno conta com 160 substâncias de extrema importância para o desenvolvimento, como proteínas, carboidratos e gorduras, além de anticorpos e glóbulos brancos, sendo um insumo essencial na redução da mortalidade infantil.

Bebês prematuros alimentados desde o seu nascimento com leite materno têm maiores chances de recuperação mais rápida, com grandes benefícios no desenvolvimento neurológico, cardíaco, pulmonar e gastrointestinal. A amamentação com leite materno também reduz a frequência de doenças crônicas que podem surgir na infância ou adolescência.

Campanha da Baby Dove em parceria com o Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros e a Uber incentiva mulheres a doarem leite materno

Quem recebe o leite doado?

Os bancos de leite oferecem suporte para mães e recém-nascidos prematuros. Bebês nascidos abaixo de 29 até 34 semanas são considerados prematuros, podendo ficar internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) até seu completo desenvolvimento. E são para estes bebês que os bancos existem.

Os hospitais e maternidades dão prioridade para os bebês internados em suas unidades. Os receptores que serão alimentados com leite materno são:

  1. Bebês prematuros e recém-nascidos que nasceram abaixo do peso e não sugam;
  2. Recém-nascidos com algum tipo de infecção, especialmente as intestinais;
  3. Bebês portadores de deficiência imunológica;
  4. Bebês com alergia alimentar.
  5. Cada litro de leite doado pode alimentar até dez bebês prematuros em um único dia. Ainda assim, a doação é muito baixa para atender toda a demanda. Por isso cada gota de leite pode ser determinante para salvar vidas.
Vale lembrar que qualquer quantia é sempre bem-vinda!

Clique aqui e encontre o Banco de leite mais próximo de você.

Confira alguns depoimentos de mães reais que precisaram do banco de leite para seus bebês:

Ana Paula, mãe da Alicia, prematura de 28 semanas:


Francisca, mãe do Gabriel e Rafael, gêmeos prematuros de 33 semanas:


Fabiana, mãe da Rafaela, prematura de 28 semanas:


Confira alguns mitos e verdades quando o assunto é Leite Materno:

Existe leite fraco?
Mito. O leite materno é o melhor alimento para os bebês e nunca é fraco, mesmo em mulheres que sofrem de desnutrição. O bebê mama mais quando alimentado exclusivamente com leite materno, pois sua digestão é mais rápida do que a fórmula, por exemplo.

A qualidade da alimentação reflete no leite materno?
Verdade. A recomendação da OMS é para a mãe manter uma alimentação saudável e equilibrada, não ingerindo bebida alcoólica, cafeína e alimentos que contenham gordura, como chocolates, em excesso. Alimentação desregrada ou que contemplam grandes quantidades de açúcar e gordura afetam o bebê.

Doar leite pode afetar a amamentação do meu filho?
Mito. Quanto mais estímulo, maior a produção de leite da mãe. O corpo é sábio e sempre que a mama é esvaziada, envia um sinal para que mais leite seja produzido para a alimentação do bebê – quanto mais o bebê mama, maior a produção de leite da mãe.

Posso congelar meu leite? Quanto tempo tenho para doá-lo?
O leite materno, se ordenhado e armazenado corretamente, pode ser congelado por até 15 dias. É importante marcar a data e o horário da retirada. O leite doado aos Bancos de Leite passa por processos de controle de qualidade e pasteurização e, desta maneira, pode ser mantido por até seis meses.

Existe quantidade mínima para doar?
Não há quantidade mínima para doar, já que toda doação é importante para os bebês prematuros. Um litro de leite pode alimenta até dez bebês em um único dia. Mas é sempre importante observar a maneira correta de ordenhar e armazenar o leite – até 30% do leite doado é perdido por não alcançar a segurança mínima na hora da coleta.

Os Bancos de Leite retiram as doações?
Se você mora em uma cidade com UTI Neonatal, possivelmente você encontra um Banco de Leite ou Posto de Coleta. Assim, os funcionários do Banco ou os bombeiros podem retirar a doação na sua casa. Para solicitar, basta ligar para o Disque Saúde, 136, no mesmo dia em que fizer a coleta e armazenagem do leite.

Mas você também pode entregar a sua doação direto ao banco de leite mais próximo da sua casa. Na página Bancos de Leite você pode saber qual é o posto mais próximo.
Caso você resida na cidade de São Paulo, confira a relação de bancos de leite participantes da ação da Uber e obtenha desconto em uma viagem de ida e volta até o banco de leite.

Como posso ordenhar e armazenar o leite?
Para que o seu leite chegue em boas condições para os Bancos de Leite, é necessário seguir algumas orientações simples. Clique e obtenha mais informações.

Qualquer mulher pode doar leite?
Sim! Caso a mulher esteja amamentando e observar uma produção maior de leite, ela pode doar. Em caso de dúvidas, ligue no Disque Saúde, 136, ou procure o banco de leite mais próximo da sua casa aqui

Por que doar se existem hoje fórmulas tão boas quanto o leite materno?
Não existe ainda leite mais completo que o leite materno, principalmente para bebês prematuros, que precisam de cuidados especiais. O leite materno é único e fornece além dos nutrientes necessários, anticorpos, que atuam como uma verdadeira vacina em prematuros.

Devo amamentar primeiro e depois retirar o leite destinado à doação?
Você pode amamentar primeiro ou quando sentir que as mamas estão muito cheias. Não existe horário específico para a coleta e o armazenamento, a única orientação é para descartar as primeiras gotas ou jatos de leite.

Saiba mais sobre a campanha: www.doeleitematerno.com.br e #DoeLeite.


publicidade
publicidade