Pesquisar

Sete dicas para a hora das refeições dos pequenos

Simples hábitos podem melhorar o desejo de comer e a qualidade da alimentação das crianças

publicidade
Manha, choro e birra são alguns dos truques que as crianças utilizam quando estão sem apetite ou não querem comer. E por vários motivos: elas não querem parar de brincar, ficam vidrados na televisão, querem chamar a atenção dos pais, já identificam os alimentos que gostam e recusam os demais, entre muitos outros que tornam o momento da refeição um desafio.

Pensando nesses momentos, Biotonico Fontoura preparou dicas que vão auxiliar mamães e papais a tornar o momento das refeições mais tranquilo e saudável. Confira:
 
1- Não imponha
Não force o consumo de nenhum alimento e ofereça várias vezes, porém sem nenhuma atitude rígida.
 
2- Meça as quantidades
Dê quantidades pequenas de comida por refeição e aumente a frequência. É preferível que a criança coma pequenas porções várias vezes ao dia, do que uma quantidade muito grande uma única vez, passando muito tempo sem querer comer mais nada. Proporcione pelo menos três refeições e dois lanches por dia. Para os lanches e sobremesas, uma das melhores opções são as frutas.
 
3- Durante a refeição... bebidas não
Evite dar bebidas durante as refeições, pois elas reduzem o apetite. Ao longo do dia, as melhores opções são água e sucos naturais.
 
4- Quanto mais verduras e legumes, melhor
Aumente e varie o consumo de verduras e legumes. Esses alimentos são fontes de vitaminas e minerais que ajudam na prevenção de doenças e melhoram a resistência do organismo.
 
5- Evite as chantagens
Um dos erros mais comuns é fazer chantagens para que os filhos comam tudo direitinho. Porém, essa não é uma tática aconselhada pelos médicos, pois as crianças passam a associar o fato de comer a um prêmio ou castigo. Dessa forma, elas passam a comer por obrigação e não desenvolvem um hábito alimentar sadio.
 
6- Atenção e carinho também fazem parte
Para que a criança aprecie a refeição, ela deve comer devagar e mastigar bem os alimentos. Faça das refeições um momento de encontro da família. Não alimente os pequenos assistindo à TV, trabalhando ou discutindo. Esse também deve ser um momento de troca e amor entre a criança e os pais.

7- Observe
Esteja atento se a falta de apetite é algo persistente, temporário ou se está relacionada a fatores externos em que a criança está exposta. Caso o problema persista, o indicado é procurar o pediatra.

dicas-refeições-crianças-Foto: Julia Freeman-Woolpert - pixabay.com
publicidade
publicidade