Pesquisar

Pensei que minha vida não iria dar certo - Ana Cristina

publicidade

Engravidei aos 19 anos e quando minha mãe soube logo me colocou para fora de casa. Procurei o meu namorado e fomos viver juntos. Logo que viu minha barriga crescer foi me dizendo que eu estava feia, gorda, que isso que eu estava esperando deveria ser um monstro que estava dentro da minha barriga! Quando a minha filha nasceu ele já nem dormia em casa e ainda me deixava trancada. Ele sabia que eu não tinha ninguém e que minha mãe não me queria em casa. Ele aproveitou a situação porque tinha muito dinheiro e eu era muito frágil, ele tinha 34 anos nesta altura e foi muito difícil! Fiquei com ele durante quatro anos de inferno, até que não aguentei mais e sai de casa com minha filha nos braços, sem roupa, sem dinheiro, sem nada! Fui para a casa de uma amiga, contei o que acontecia em minha casa e ela logo pediu aos pais dela que me ajudassem. Passei um ano na casa dela, arranjei trabalho e coloquei minha filha na escola com muita dificuldade. Pensei que minha vida não iria dar certo com mais ninguém e nem confiaria mais em homem nenhum, porque o que dizia que me amava passou a bater em mim e na minha filha! Não suportaria mais isso de ninguém, então, na noite de ano novo estava com um grupo de amigas do trabalho quando um homem se aproximou de mim e trocamos telefone. No dia seguinte não entendia muito o que ele dizia porque ele era português e falava muito rápido, mais marcamos de jantar e nunca mais nos largamos. Hoje vivo em Portugal há 13 anos, tive mais 2 filhos com ele, estou com 36 anos e ele com 41. Ele é a pessoa mais maravilhosa do mundo e faz de mim e dos meus filhos verdadeiros reis. A vida dá muitas voltas. Hoje vivo super bem, meus 3 filhos são lindos, uma menina e dois meninos portugueses. Tive muita sorte.

Ana Cristina

publicidade
publicidade