Pesquisar

Os benefícios de ensinar um segundo idioma para bebês

Pesquisas recentes comprovam que ensinar as crianças desde bebês não traz nenhuma consequência negativa para o desenvolvimento da língua de origem

publicidade
Aprender um segundo idioma torna-se cada vez mais importante. Com o passar dos anos, aumentam os números de pais preocupados com o ensino de uma segunda língua aos filhos.

Pesquisas recentes comprovam que ensinar as crianças desde bebês não traz nenhuma consequência negativa para o desenvolvimento da língua de origem, pelo contrário. Muitos especialistas defendem que quanto mais jovens, mais fácil torna-se o aprendizado e a criança tem mais facilidade para desenvolver uma segunda língua com fluência.
 
Ao ser estimulada de forma lúdica, por meio de brincadeiras, bonecos, histórias, vídeos, música e teatro, a criança aprende e fixa em sua memória o que foi apresentado, pois desde muito pequena tem capacidade para diferenciá-los. “Se desde bebê a criança frequentar uma escola que alfabetize em português e participar de um ambiente que tenha uma segunda língua, a mesma terá a capacidade de distinguir e desenvolver habilidades nesta nova língua”, comenta Maria Esther Lopes,  diretora pedagógica do DICE.

aprender outro idioma ainda bebê - Foto: kaenie / pixabay.com
 
Maria Esther completa que o desenvolvimento da inteligência nos bebês ocorre bem antes da fala. “Brincando, estimulando e vivenciando o mundo em inglês, por exemplo, a criança aprende o mundo via experimentação e interação com os estímulos vindos das atividades direcionadas. Para que a criança aprenda um idioma, o seu cérebro começa a diferenciar os fonemas, articulando os sons e contextualizando os vocábulos”, ressalta a especialista.
 
O desenvolvimento da inteligência vem muito antes da fala. Geralmente, na metodologia de ensino o aluno vai brincar, vivenciar e conhecer o mundo em inglês. A criança apreende o mundo com os estímulos proporcionados por meio de atividades adequadas. Para que a criança apreenda um idioma, o cérebro dela vai diferenciando os fonemas, articulando os sons e contextualizando os vocábulos.
 
A especialista também informa que inicialmente, logo nos primeiros meses de vida os bebês começam a compreender ao serem estimulados por falas, sons e brinquedos. “A primeira habilidade que adquirimos quando estamos aprendendo um idioma é a compreensão. Assim, o primeiro indício que os pais terão é se o bebê está compreendendo as solicitações em outro idioma ou não. E geralmente esses estímulos são entendidos de maneira positiva pelos bebês”, finaliza a diretora pedagógica do DICE.
publicidade
publicidade