Pesquisar

Natal como introdução à solidariedade

A solidariedade é um importante valor que deve ser ensinado através da prática, ensine seu filho hoje e transforme a sua vida

publicidade

Para algumas crianças, Natal significa apenas ganhar presentes. Os verdadeiros significados do Natal nunca estão "presentes". Isso, é claro, é influencia do meio que a cerca. Se os pais e familiares não cultivam o amor, amizade e solidariedade, será difícil para a criança compreender esses valores, assim como é para compreender o que é "certo" e "errado".

A solidariedade deve ser uma das primeiras lições ensinadas às crianças. Desde cedo é preciso aprender a dividir, emprestar, doar, ser generosa e solidária.

E nada melhor do que a época de Natal para introduzir as primeiras lições. Mesmo que a criança seja bem pequenininha e não entenda o que é compartilhar, crie o hábito de doar um brinquedo ou roupa velha para cada nova que ganhar.

Uma caixa de presente sendo presenteada - Foto: Syda Productions/ShutterStock.com

Já que no Natal as crianças ganham um monte de brinquedos, porque não fazer uma grande arrumação no quarto do bebê e doar tudo o que ela não usa mais?

Conforme a criança for crescendo, ela vai começar a entender a importância de dividir suas coisas e isso se tornará um hábito. 

Os pais devem entrar no assunto aos poucos, de uma maneira que a criança se sinta feliz em poder ajudar outras crianças. Tente dizer, por exemplo: “já que você ganhou esse carrinho novo, podemos dar o seu antigo a um menino que não tenha nenhum para brincar”. 

Ajude a criança a arrumar o carrinho velho, limpar e embrulhar para presente. E explique que mesmo que o carrinho esteja usado, a criança que vai recebê-lo ficará muito feliz, como se ele fosse novinho.

Se ela relutar em dar os brinquedos antigos, use a figura do Papai Noel para explicar como é importante ser bonzinho e solidário. Diga que ela não pode somente esperar receber presentes do bom velhinho sem ajudar outras criancinhas, pois é importante ser boa para os outros também.

Peça para ela imaginar como uma menininha vai ficar feliz ao receber aquele lindo vestido que ela usou no seu último aniversário. “Já que não cabe mais em você, podemos dar a uma menina que nunca teve um vestido tão lindo. Ela vai amar!”. Assim, a criança, ao invés de ficar triste porque perdeu o vestido, vai ficar alegre em ajudar alguém que precisa.

Lembre que a solidariedade não é coisa para ser praticada somente no Natal e sim no ano inteiro. Incentive o seu filho a doar tudo o que não usa e a ser generoso, especialmente com quem precisa.

Dicas

  • Não diga ao seu filho que quem irá receber é uma criança pobre, pois nem sempre isso é verdade. Algumas apenas estão em uma família cuja situação está desfavorável no momento, como por exemplo, o pai desempregado. Evite separar as as pessoas em "ricos" e "pobres".
  • A casa da criança que irá receber a doação não é "lixeira". Se a roupa que você vai doar está em um estado que sua filha não usaria, é provável que a outra criança também não. O mesmo vale para brinquedos quebrados ou que não funcionam. Antes de doar uma roupa ou brinquedo, verifique o estado, se precisar de reparos, faça-os antes de doar.
  • Se você tem condições, compre algo novo para ser doado.

publicidade
publicidade