Pesquisar

Infertilidade masculina pode ser evitada

publicidade

O estilo de vida e os hábitos inadequados incluem drogas e outras substâncias prejudiciais à formação dos espermatozóides. Os fatores iatrogênicos são causados pelos próprios tratamentos médicos como as vasectomias, hérnias ou o uso de certas substâncias. Os riscos para a infertilidade masculina podem ser divididos em quatro categorias, fator testicular, estilo de vida e hábitos inadequados, fatores iatrogênicos e fatores da relação sexual, e todos eles prejudicam de alguma forma a fertilidade do homem, que na maioria das vezes estarão refletidos no sêmen através do espermograma, exame que analisa particularmente a concentração dos espermatozóides. Veja dados desejados (1)

Especialista em infertilidade Arnaldo Schizzi Cambiaghi e diretor centro de Reprodução Humana do IPGO (Instituto Paulista de Ginecologia, Obstetrícia e Medicina da Reprodução), afirma que muitas pessoas não sabem que, geralmente, a infertilidade pode ser evitada, "da mesma forma que outras doenças como doenças cardiovasculares, câncer entre outras". "A forma como as pessoas agem antes de estarem prontas para ter um filho pode interferir na sua capacidade de conceber", completa Cambiaghi.

Fatores testiculares como: criptorquia ou testículos que não desceram; torsão de testículos; varicocele; infecções do trato genital tanto de próstata, epidídimo ou testículo além de hábitos inadequados, drogas recreativas como cigarro, bebida alcoólica e maconha põe em risco a fertilidade masculina. Estudos têm demonstrado que fumar mais do que 20 cigarros por dia leva a alterações de concentração e da motilidade dos espermatozóides. O mesmo ocorre para aqueles que fumam maconha ou usam cocaína. O álcool em excesso está associado à diminuição das testosteronas e diminuição do volume do sêmen.

Há também medicamentos para o tratamento de algumas doenças que podem influenciar negativamente a fertilidade masculina, como por exemplo: a quimioterapia e radioterapia, por isto, homens que não tem filhos devem ser alertados sobre os bancos de sêmen ou biópsia testicular seguida de congelamento como opções para preservação da fertilidade; as toxinas do meio ambiente como os solventes, pesticidas e alguns metais como o magnésio e o chumbo e doenças ocupacionais além de exposições ao calor que ocorre em algumas profissões; os efeitos tóxicos geralmente são reversíveis assim que a ação do produto é descontinuada.

(1). Espermatozóides - (número desejado por ml. = 20 milhões), morfologia (o formato de grande parte deles, 14%, deve ser oval) e a motilidade (metade deles devem ter movimentos vigorosos e direcionais). Alterações destes valores poderão levar a infertilidade.
publicidade
publicidade