Pesquisar

Gestantes no automóvel

A gestante pode dirigir desde que sua gravidez esteja saudável e preferencialmente que não seja no final da gravidez

publicidade

Não há nenhum problema em a gestante viajar de carro, a não ser próximo a data do parto, em casos de gravidez de risco e outros casos especiais. A única pessoa que pode seguramente liberar a futura mamãe para a viagem é o médico que está acompanhando a gravidez. Se tudo está correndo bem na gestação, basta não abusar e tomar algumas precauções.

Escolha roupas confortáveis para viajar e no carro use sempre o cinto de segurança. Ele deve ficar embaixo da barriga, e não sobre ela. Não há nenhuma evidência que o cinto possa prejudicar o bebê em casos de acidente se estiver bem posicionado. Nos casos de gravidez de risco, é recomendado viajar no banco de trás, com o cinto de segurança de três pontos, que é o mais seguro.

Se você estiver dirigindo, deixe pelo menos um espaço de 15 centímetros entre a barriga e o volante. Nos percursos mais longos, o ideal é fazer uma parada a cada 100 km para esticar as pernas e andar um pouquinho.

Em relação ao cinto de segurança a dica importante para a gestante é:

  • utilize sempre o cinto de no mínimo três pontos;
  • faça com que a faixa diagonal do cinto passe entre as mamas, e não fique diretamente sobre a barriga;
  • A faixa do cinto que passa sobre as pernas (faixa sub-abdominal) deverá ser posicionada o mais abaixo possível da barriga.

Gestante no carro ao volante utilizando o cinto de segurança - Foto: ambrozinio/Shutterstock.com

Assista ao vídeo: Segurança no Automóvel

publicidade
publicidade