Pesquisar

Festas Infantis com preocupação ecológica

A preocupação com meio ambiente leva a uma série de questionamentos, inclusive se é possível levar ações sustentáveis em festas infantis: Será que a criançada sabe o que é isso? Reciclagem pode ser tema de festa?

publicidade

Para Vânia Wiezel, mãe dos gêmeos Álvaro e Hannah, dois anos, levar para a comemoração ensinamentos sobre ações sustentáveis tem tudo a ver com o dia a dia, além de ser divertido. “Achei bacana, diferente e educativo. Os adultos também ficam encantados na festa que vira bagunça boa e colorida”, aposta a mãe que contratou uma empresa especializada em oficinas de Balangandan e Binboque.

A empresa criou um espaço para as crianças produzirem seus próprios brinquedos usando jornal velho, garrafa pet, retalhos de tecido e restos de papel colorido. É uma forma de conscientizá-las desde cedo sobre responsabilidade social e quanto ao lixo que se acumula diariamente. “Promovemos, desse modo, a reutilização de objetos que fatalmente parariam nos aterros sanitários e alertamos sobre o consumo descontrolado”, explica Flávia Boni, proprietária da empresa  Magic Star. “Quando a criança vir uma garrafa de refrigerante vai lembrar – ou seja, leva esse aprendizado para vida! – que jornal pode virar aquela fita colorida” comemora Vânia.

Ações sustentáveis em festas infantis - Foto: Angélica Rodrigues / Infância e Festa

Além das oficinas, monitores treinados para abordar o assunto criam um ambiente de interatividade com as crianças na hora da contação de histórias e de música infantil ao vivo. Com encenações, as fábulas entram na imaginação dos convidados despertando-os para os temas relacionados à natureza e aos animais em extinção. “Ensinamos que não devemos jogar lixo nas ruas e que os animais são nossos amigos”, completa Flávia.

Ações sustentáveis em festas infantis - Foto: Angélica Rodrigues / Infância e Festa

MEIO AMBIENTE EM FOCO

Quando se trata de abordar o bem comum, o tema sustentabilidade cabe em qualquer momento, em qualquer cultura. Para a empresa Surrél, a novidade está voltada para as ações de conscientização indígena. E para isso estão sendo desenvolvidas várias brincadeiras tribais como arco e flecha feitos a partir de ripas e talo de palmeira de buriti, pião e atividades lúdicas envolvendo animais silvestres e figuras mitológicas como o curupira.

Para Vivian Rodrigues, responsável pela empresa, as atividades levam as crianças a um momento de despertar para a simplicidade dos brinquedos antigos, mas ainda em uso nas tribos indígenas, além de associar a vida urbana às pessoas que vivem culturas diferentes ao sabor da liberdade. As atividades que serão, oportunamente, implementadas às oficinas de arte com recicláveis, recebem nomes bem sugestivos que remetem ao encanto da cultura indígena.

As brincadeiras indígenas já começam a ser oferecidas, mas as recepções e entradas com animais de mentirinha, como pássaro, unicórnio e elefante estão entre os serviços mais solicitados à empresa. “Para atender a uma festa com tema Rio levamos nossos “animais” para reforçar o conceito embutido ali: de preservação do meio ambiente e maus-tratos dos animais!”, conta Vivian.

Antigamente os circos conseguiam atrair o grande público por causa da exibição dos bichos que normalmente não víamos em outro lugar da cidade. Hoje, em tempo de ações sustentáveis, essa forma itinerante de entretenimento dá mais importância às acrobacias, aos talentos artísticos.

Para quem quer um mini circo na festa,  a empresa  também leva e mais: une a atividade brincadeiras divertidas com consciência ecológica. É o Circo Imaginário. Já no pacote Floresta Encantada, o aniversariante e seus convidados vivem momentos inesquecíveis, pois encarnarão o mundo animal através de fantasias e maquiagem artística dos bichos de sua preferência.

No mini circo as crianças conhecem a história de uma garotinha e um menino que protegem os animais dos maus-tratos do malvado Drugspong e participam das apresentações musicais ao vivo, dos números circenses e das mágicas. Um Unicórnio Encantado, um Elefante Branco e a Mágica da Neve são as atrações especiais para o evento. “Este espetáculo interativo demonstra a importância de tratar bem os amigos e os animais e ainda ensina às crianças alguns truques circenses”, garante Vivian.

A Oficina Ecológica é outra atração oferecida pela empresa. Nela, a ideia é estimular a criatividade e os cuidados com as plantas. As crianças ganham um espaço lúdico para modelar a Batata Cabeluda com o uso de acessórios de colagem e ainda aprendem a reconhecer a variedade de plantas com o plantio de sementes.

SUCATEIROS

O grupo Circo & Cia está na estrada há mais de vinte anos e ultimamente vem oferecendo um trabalho com sucatas. Depois da primeira produção de teatro “O Circo do Pica-pau Amarelo” o grupo aterrissou no tema ambiental e leva para todo Brasil apresentações circenses, brincadeiras e Oficinas de fantasias e de animais. Tudo feito a partir de sucata e sobras de materiais já usados nas próprias oficinas, como pelúcia, E.V.A e madeira.

Ações sustentáveis em festas infantis - Foto: Angélica Rodrigues / Infância e Festa

Com atrações que ainda percorrem as cidades, como o “Circo de S. Lé” e “O Domador de Férias” onde há um foguete produzido com caixas de leite, o grupo cria também muitos bonecos de várias alturas manipulados com perna de pau ou com rodinhas para que a criançada possa se divertir. Os atores vestidos de animais andam sobre pernas de pau e são muito requisitados para recepcionar festas e eventos, que podem ter uma preocupação ambiental ao humanizar os bichos.

NADA DE LUGAR COMUM

Ações sustentáveis precisam de gente criativa, de talento e de muita visão planetária e pensando nisso, mas sem chegar “a um lugar comum” - lema da empresa Maria de Luna -, o trabalho é personalizado.

Ações sustentáveis em festas infantis - Foto: Angélica Rodrigues / Infância e Festa

A empresa especializada em festa e decorações não quer oferecer apenas um trabalho alternativo e ecológico aos clientes, mas quer ser sujeito da ação de responsabilidade ambiental. Maria de Luna acaba de fechar parceria com a Recicloteca – Centro de Informações sobre Reciclagem e Meio Ambiente do Rio de Janeiro como forma de disponibilizar todo o material das festas que promove para reaproveitamento. Além disso, dá prioridade ao uso de produtos alternativos para evitar plásticos na produção dos objetos de decoração.

E para deixar a festa com a cara do cliente, atenção total aos detalhes pra transformar princesas, super-heróis e mocinhos em celebridades. “Cada comemoração para nós é única, diferente e especial independente do seu tamanho ou custo, pois acreditamos que o mais importante é celebrar sempre,” ressaltam as irmãs e proprietárias da empresa, Juliana e Renata Carneiro. O trabalho é todo customizado em papel e em tecido a partir do tema escolhido pelo aniversariante. “Sempre damos preferência a materiais alternativos. Faz parte da nossa filosofia”, explica Renata.

A empresa não se limita a comemorações no Rio de Janeiro. Contratações podem ser feitas para outras cidades do Brasil, como São Paulo. Mas também é possível solicitar o Kit Festa, todo feito com material reciclável.

Revista Infância & festa
Jornalista: Márcia Landsmann

publicidade
publicidade