Pesquisar

Evitando intoxicações e envenenamentos de crianças

Intoxicações e envenenamentos são mais comuns do que se imagina, então fique atento e não descuide da segurança de seu filho

publicidade

Quando as crianças começam a ter autonomia para se locomoverem, seja engatinhando ou quando começam a andar, há o momento de alegria e euforia de todos por conta dessa nova conquista do bebê, mas surge um problema de segurança.

Crianças são muito curiosas e tudo que é novo desperta interesse nelas. Tudo para elas é chamativo, inclusive a embalagem dos medicamentos e produtos de limpeza. Para evitar que ocorra intoxicação, você deve tomar os seguintes cuidados:

Criança com um pote de remédio aberto e despejando os comprimidos sobre a mesa - Foto: Thomas M Perkins/Shutterstock.com

  • Certifique-se de que os produtos devam ser guardados nas embalagens originais. Não misture o conteúdo em outras embalagens acessíveis. Guarde todos em prateleiras altas e fora do alcance da criança ou em locais onde possa ser trancado à chave. Lembre-se que dependendo da criança, ela já será esperta o suficiente para empilhar caixas ou arrastar cadeiras para subir e tentar alcançar seu objeto de desejo. então não subestime a capacidade intelectual de seu filho.
  • Para limpar a sua casa, dê preferência para produtos com odor reduzido ou sem cheiro. Além disso, não potencialize o material com mais de uma fórmula (não misture produtos diferentes). 
  • Algumas plantas, como a conhecida Comigo Ninguém Pode, são tóxicas se ingeridas e o ideal é que não sejam mantidas em casa.
  • No banheiro, cosméticos, xampus, enxaguantes bucais, cremes dentais, entre outros, também não devem estar ao alcance da criança. 
  • Na hora de dar algum remédio, verifique a validadeepreste sempre atenção na dosagem receitada pelo médico
  • Ofereça apenas brinquedos que tenham o certificado do Inmetro. Algumas peças podem ser facilmente engolidas ou soltarem tinta que podem ser tóxicas. 

Telefones de emergência, como os do pronto-socorro e do Centro de Toxicologia do seu município, até mesmo do pediatra ou de um amigo que tenha carro para lhe ajudar em um deslocamento rápido, assim como telefones de taxistas devem estar em locais de fácil acesso, como por exemplo grudados na geladeira, assim, qualquer um poderá encontrá-los em caso de necessidade.

Para casos de intoxicação anote o número: 0800-0148110

Esse é o telefone do CEATOX-SP - Centro de Assistência Toxicológica do Instituto da Criança do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Atendimento 24 horas / todos os dias.

Ao ligar procure ter em mãos:

  • Idade do paciente
  • Peso do paciente
  • Como foi o contato com o produto
  • Há quanto tempo foi a exposição
  • Os sintomas que o paciente está apresentando
  • Informações sobre o produto - Tenha a embalagem em mãos
  • Um número de telefone para contato
Outro número de telefone importante é o 192. Ambos os telefones poderão lhe ajudar a prestar os primeiros socorros enquanto o serviço de emergência não chega ao local.
publicidade
publicidade