Cuidando dos dentinhos

Escolhendo o creme dental

CREMES DENTAIS COM POUCO FLÚOR INDICADOS PARA CRIANÇAS SÃO INEFICIENTES

Alguns anos atrás, o mercado lançou cremes dentais com baixa concentração de flúor, indicados para crianças, a fim de evitar o acúmulo de flúor no organismo dos pequenos, o que causa a fluorose, aquelas manchinhas brancas nos dentes. 

Recentemente, um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) mostrou que os cremes dentais com baixa concentração de flúor não são tão eficientes contra as cáries, além de não evitar a fluorose.

Pai fazendo a escovação da boca do bebê

A tese de mestrado desenvolvida por Regiane Cristina do Amaral estudou 14 voluntários que usaram um aparelho com fragmentos de dente de leite e fizeram uso de cremes dentais com maior e menor concentração de flúor, além de consumirem diferentes taxas de açúcar por dia. O resultado da pesquisa foi que quanto maior a exposição ao açúcar, menor o efeito protetor do creme com pouco flúor.

O presidente da ABO - Sociedade Brasileira de Odontopediatria, Dr. Paulo Rédua, defende a mesma ideia da pesquisa de que mesmo crianças pequenas devem usar pasta com flúor. “Existe uma interpretação errada quando se fala que creme dental causa fluorose. O que causa fluorose é excesso de flúor ingerido pela criança sem controle dos pais. Creme dental é para ser usado na quantidade certa, sob recomendação do odontopediatra e sob supervisão de adulto”, ensina o especialista.

A ABO, assim como o Ministério da Saúde, recomenda o uso de creme dental convencional com flúor a partir da erupção dos primeiros molares decíduos (em torno de 14 meses), na quantidade equivalente a um grão de arroz cru, e deve ser realizada pelos pais ou cuidadores, entre uma a três vezes por dia, dependendo da disponibilidade dos pais.

Existe no mercado alguns cremes dentais que, ao invés de flúor, utilizam produtos como a clorexidina, o xilitol e a malva. Segundo o Dr. Paulo Rédua, o creme dental com xilitol tem capacidade de tratar e prevenir a carie, mas tem um custo mais alto e precisa de mais pesquisas. A malva tem ação anti-inflamatória e antimicrobiana, mas também carece de mais estudos. Já a clorexidina é indicado para casos específicos de risco de cárie, porém, esse produto pode causar o aparecimento de manchas externas nos dentes. A recomendação da Associação Brasileira de Odontopediatria é que os pais procurem orientação de um odontopediatra para o profissional avaliar as necessidades individuais da criança e determinar o tratamento curativo ou preventivo.

Dicas

Se você adota ou adotava um procedimento diferente do apresentado neste artigo e deseja mudar, antes consulte o médico do seu filho e peça orientações. Como dito, cada indivíduo pode ter uma necessidade diferente de outro.

A quantidade de creme dental comum (com concentração de flúor entre 1.000 e 1.500 partes por milhão) que deve ser utilizada pela criança que ainda não sabe cuspir deve ser a do tamanho de um grão de arroz.

Escovação

Antes dos dentes nascerem utilize apenas um tecido limpo ou uma gaze umedecida com água filtrada ou soro. Você deverá limpar bem as gengivas do bebê.

Após o primeiro dente nascer você já pode escovar os dentes do bebê mas sem utilizar cremes dentais, a não ser que o dentista de seu bebê recomende por algum motivo.

Depois que o primeiro dente molar nascer (o dente que fica atrás do canino) você poderá começar a escovar os dentes do bebê com creme dental com flúor (quantidade mínima equivalente a no máximo um grão de arroz cru).

Paula R. F. Dabus

Leia Também:

Depoimento