Pesquisar
atualizado em 12/11/2015 10:42h

Dengue na gestação

A gestante deve ter atenção redobrada em relação a dengue pois em alguns casos seu bebê já pode nascer infectado

publicidade

Infelizmente, a dengue ainda é um grande problema no Brasil e com o verão chega a ameaça de uma nova epidemia. Se a dengue representa um perigo para a população, para as grávidas a situação é ainda pior. Isso porque nesse período a mulher fica naturalmente com a imunidade mais baixa e as complicações da doença podem ser bastante graves.

O que pode acontecer se a grávida é infectada pela dengue no início ou meio da gravidez?

Se a contração do vírus acontecer no inicio da gravidez há chances de ocorrer um aborto. Quando a contaminação é no meio da gestação, a dengue não é transmitida para o feto nem compromete seu desenvolvimento, mas pode provocar um parto prematuro. Também há chances de complicações para a mãe e os cuidados devem ser redobrados para evitar hemorragias, problemas no fígado e convulsões.

Gestante deitada com termômetro na mão medindo a temperatura corporal - Foto: 3dvin/ShutterStock.com

O que pode acontecer se a gestante contrai dengue no final da gestação?

Se a gestante contrair dengue nos últimos dias da gestação, pode ocorrer a transmissão vertical, quando a doença passa da mãe para o bebê através da placenta. Nesse caso, o recém-nascido nasce com dengue e deve ser tratado.

Por isso, a prevenção da doença durante a gravidez é muito importante. Como não existem vacinas ou medicamentos que combatam a contaminação, a solução é evitar a proliferação do mosquito evitando deixar água parada em locais perto de casa e do trabalho. Também ajuda usar repelentes, mosqueteiros, telas de proteção em portas e janelas e roupas que protejam o corpo, como calça, meia e mangas compridas.

Os sintomas da doença são febre alta acompanhada de dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores musculares, dores nas juntas, prostração e vermelhidão no corpo. Em caso de suspeita de dengue, a gestante deve procurar imediatamente um médico para realizar exames laboratoriais, que confirmam a presença do vírus, e evitar a automedicação.

A princípio o tratamento da gestante é o mesmo usado para qualquer paciente: bastante repouso e ingestão de muito liquido para se hidratar. O médico poderá prescrever algum medicamento antitérmico quando necessário. É importante lembrar que não se pode usar medicamentos a base de ácido acetil salicílico, pois eles podem provocar sangramentos.

ATENÇÃO! Em caso de suspeita de dengue, não fique se perguntando "será que é dengue?", procure um médico imediatamente. E não tome remédios por conta própria. Lembre-se, você está grávida.

publicidade
publicidade