Cuidado com a diarreia

O bebê está sem vontade de comer, está amuadinho, fazendo cocô aguado e reclama por causa das cólicas, ele pode estar com diarreia. A palavra assusta, mas a diarreia é comum em bebês com menos de um ano e pode ser tratada numa boa.

A diarreia do seu bebê pode ser causada por diversos fatores, como infecções intestinais, intolerância a algum tipo de alimento, por vermes, bactérias, vírus, entre outros. Há também quem diga que o bebê tem diarreia quando os dentinhos estão nascendo, na realidade, o cocô fica mais molinho pela quantidade de saliva que o bebê produz e engole nessa época, mas não é uma diarreia.

A maior preocupação em casos de diarreia é a desidratação. Os principais sintomas da desidratação são: boca seca, volume baixo de urina, choro sem lágrimas, sonolência e moleza. Por ter baixa resistência, os bebês abaixo dos três meses de idade tem mais propensão a ficarem desidratados. A melhor dica para quem quer prevenir a desidratação é amamentar o bebê ao seio com maior frequência. Se o seu bebê não amamenta mais ao seio, então deve-se dar bastante água ao seu bebê e complementar a hidratação com soro caseiro (prefira água ao invés de sucos naturais, e jamais refrigerantes ou sucos de caixinha).

Atenção, mamães: se a diarreia durar mais de dois ou três dias ou se o seu bebê apresentar sangue nas fezes, muito enjoo, perda de peso ou sinais de desidratação, é importante procurar o médico o mais rápido possível. Dependendo da gravidade do quadro, a desidratação pode causar até a morte do bebê. Hidratar bem a criança com soro caseiro e consultar o pediatra aos primeiros sinais é sempre a melhor solução.

Soro Caseiro:

Hoje em dia, em postos de saúde atendidos pelo SUS, é distribuído o Soro de Reidratação Oral, um pacotinho com a uma solução a base de açúcar e sal em pó, para ser diluído em 1 litro de água. Essa solução deve ser consumida em 24 horas. Passado esse tempo, deve-se jogar fora e preparar uma nova.

O Ministério da Saúde recomenda que quem não tem a solução pronta, tente pelo menos conseguir a colher-padrão, para não errar a medida. Em casos de emergência, dilua em 1 litro de água filtrada ou fervida uma colher de café de sal (3,5g) e duas colheres de sopa de açúcar (40g de açúcar).

Fernanda Segantini

Comentários

Guia do Bebê

É normal que nos primeiros meses o bebê faça cocô logo após as mamadas. O importante é observar a consistência e CONSULTAR O PEDIATRA sempre que houver algum alteração importante.

Ana

Tenho 14 anos é estou grávida meus pais aboliram a ideia do Aborto, por que também tenho medo. De que possa prejudicar a mim ou a criança.Vocês não tem uma dica especial para mãe de primeira viajem ? Desde de já agradeço

Guia do Bebê

Olá, Ana. Tudo que você encontrar aqui neste site é publicado em linguagem de fácil compreensão, na maioria dos casos. Portanto acreditamos que tanto mães de primeira viagem como de segunda, têm no Guia do Bebê um boa fonte de informação. Explore o site.

Biah Rocha

oi minha nenem tem 8 meses , esta com febre , diarreia e as gengivas superr inchadas , ta enjoadinha , será que é normal? Será que são os dentinhos ?
bjoos

Guia do Bebê

Normal é um bebê NÃO ter diarreia, NÃO ter febre. Normal é o responsável por uma bebê ou criança com esses sintomas procurar um médico.

Mamãe

Bom dia meu filho tem 11 meses, e a 3 dias esta fazendo coco parecendo agua, mas não notei mais nada de diferente, é necessário que eu leve-o ao medico?
Muito Obrigada.

Guia do Bebê

Fazer cocô parecendo água é normal? Não, não é. E três dias já é muito tempo para tomar uma atitude. Vá imediatamente ao médico.

Tiça

Bebê com 2 meses que só mama no peito, poderá tomar o soro caseiro?

Guia do Bebê

Em casos de emergência sim. Isso ocorrerá quando recursos médicos não estiverem disponíveis. Percebendo os sintomas, não fique em casa esperando "pra ver o que acontece", vá ao médico.

Mamaezinha

BEBE QUE SO MAMA NO PEITO PODE TER DIARREIA?

Guia do Bebê

Como mencionado no texto, a diarreia pode ser causada por diversos fatores, dentre eles, bactérias, vírus, que podem chegar ao bebê por diversas maneiras. A diarreia está muito ligada a condições de higiene e sanitárias, portanto todo cuidado de higiene é fundamental. Coisas simples, como lavar bem as mãos após usar o banheiro, e no caso de amamentação, higienizar os seios antes e após as mamadas.

Pesquise aqui
 
 
Depoimento