Bebê até 1 ano

Como preparar os alimentos

Alimentação do bebê após 6 meses

Como preparar os alimentos

Frutas limpas e sem agrotóxicos

Para preparar os sucos de frutas, o primeiro passo é lavar em água corrente a fruta que será utilizada. Porém, antes disto, na hora de comprá-la, procure um lugar que venda produtos sem agrotóxicos, como alguns varejões e supermercados. Caso tenha dúvidas com relação aos aditivos químicos, lave as frutas (ainda com a casca) com uma escovinha. Depois enxugue-a em um pano de prato limpo. Se você for usar centrífuga, não há necessidade de descascar a fruta ou o legume, como cenoura, tomate e beterraba. Se a opção for liquidificador ou espremedor, você deve tirar a casca da fruta - isso vale também para a laranja. Depois é só coar o suco e servi-lo o mais rápido possível, para evitar que ele fique amargo, escuro e perca vitamina C.

Cozinhe os legumes com as cascas

Os legumes para preparar a papa salgada, sopa e purês também devem ser lavados em água corrente. O melhor é cozinhá-los com casca, com exceção para os que tem casca muito grossa, como mandioca e cará. Além de conservar mais as vitaminas, esse processo permite menos desperdício na hora de retirar a casca, pois basta passar a mão que ela sai totalmente. A quantidade de água também é importante: os alimentos devem ser cozidos com o mínimo de água. O ideal é colocá-los quando a água já estiver fervendo e manter sempre a panela fechada. Se desejar um cozimento mais rápido, use a panela de pressão. Depois basta amassá-los com um garfo.

Reaproveite a água do cozimento

Para aproveitar todas as vitaminas e proteínas dos alimentos, essa água pode ser usada para preparar arroz, feijão, lentilha e macarrão.

Panelas especiais para as verduras

Já as verduras devem ser cozidas no vapor, porém esse método só funciona se você tiver uma panela especial para isso. Caso contrário, você deve cozinhar as verduras da mesma maneira que os legumes - pouca água e panela sempre fechada. Para manter a cor, acrescente uma colher das de chá de suco de limão ou vinagre. Depois de cozidas, amasse com o garfo, passe em uma peneira grossa ou pique em pedaços bem pequenos.

Carnes descongeladas e sem gordura

Até completar um ano de vida, as frituras devem ser evitadas o máximo possível. Por isso, a melhor maneira de preparar a carne e o frango é cozinhando-os. É importante que a carne esteja descongelada e sem gordura. O ideal é cozinhar pedaços não muito grandes, em pouca água e na panela de pressão.

Mais sabor para os alimentos

Para a carne ganhar um sabor especial, forre a panela com pedaços de cenouras, salsinha e cebolas. No entanto, estes ingredientes só servem para dar um toque diferente no prato e não devem ser consumidos pois absorvem toda a gordura da carne.

Um truque para as frituras

Se você preferir dar uma leve fritada na carne, é importante usar pouco óleo e não fritar muito tempo. Caso contrário, ela ficará seca e dura. Mas o melhor mesmo é grelhar a carne.

Os segredos do filé ensopado

Já o peixe deve ser sempre ensopado. O segredo desta forma de cozinhar está no molho. Prepara um copo com legumes e um pouco de suco de limão. Depois cubra o filé com esse molho e cozinhe por alguns minutos, até que o peixe esteja quase se desfazendo. Se for necessário, acrescente um pouco de água filtrada para completar o cozimento.

Utilize os utensílios adequados

Para cortar frutas, verduras, legumes e até mesmo as carnes, não use tábuas de madeira ou as de plástico. Por mais que você as lave depois, sempre fica um acúmulo de alimentos que, com o tempo, proporciona o surgimento de bactérias. Por isso, o melhor é cortar os alimentos em um prato.

Freezer e microondas

Não há problema nenhum em congelar os alimentos no freezer e descongelá-los ou aquecê-los no microondas, desde que o processo seja feito corretamente.

A perda de vitaminas é muito pequena e não chega a comprometer a qualidade nutricional. Os alimentos devem ser congelados em recipientes previamente esterilizados e próprios para o congelamento. Depois de colocar o alimento no recipiente tire o ar - pressionando a tampa para dentro.

Outro cuidado: coloque uma etiqueta especificando os ingredientes da comida e a data do congelamento e procure usar logo. Após o preparo, o ideal é resfriar o alimento o mais rápido possível, para que as bactérias não tenham tempo de se desenvolverem. Para isso, depois de acondicionar a comida, coloque o recipiente dentro de uma vasilha com água gelada e alguns cubos de gelo. Assim que o alimento estiver morno, coloque no freezer.

A forma de descongelar também é importante. Para evitar o risco das bactérias se desenvolverem, o alimento deve ser descongelado no refrigerador, em banho-maria ou no micro-ondas. Mas quando você for usar o micro, fique atenta à temperatura do alimento, visto que o microondas não aquece os alimentos por igual. Por isso, antes de oferecer a comida, é importante que você a mexa e a experimente.

O mesmo cuidado deve ser seguido quando você for aquecer a mamadeira, que deve estar sempre sem a tampa e o bico, pois há riscos de derreter a borracha do bico ou o plástico da tampa. Também na preparação dos alimentos o microondas deve ser evitado. Não tem como a água entrar em ebulição no microondas, por isso, o melhor é lançar mão desse acessório apenas quando for realmente necessário.

Denise Donadio Castilho 

Pesquise aqui
Depoimento