Pesquisar

Acupuntura para o tratamento médico infantil

Ainda pouco utilizada no Brasil, a acupuntura pode ser um boa alternativa para alguns tratamentos em bebês e crianças

publicidade

Quando se fala em acupuntura logo se imagina numa senhora deitada e cheia de agulhas espalhadas pelo corpo. Mas saiba que essa medicina alternativa também vem sendo utilizada no tratamento de várias doenças infantis.

Os pontos estimulados no bebê ou criança são os mesmos pontos utilizados no adulto. A diferença está em como fazer.

Nascida na China há mais de 4 mil anos, a técnica consiste em estimular pontos específicos do corpo onde se encontram muitas terminações nervosas, usando agulhas, calor, laser, pressão dos dedos, ventosas ou eletrodos.

Como a maioria das crianças se apavora só de se falar em agulhas ou são mais agitadas, podendo retirar as agulhas antes do tempo, a acupuntura é realizada com laser ou pressão. Calor ou correntes elétricas também podem assustar a criança e esta pode não aderir bem ao tratamento.

As agulhas normalmente são usadas apenas em crianças maiores de cinco anos.

Acupuntura - foto: Bork/ShutterStock.com

As crianças são mais sensíveis às dores e por isso as agulhas são colocadas superficialmente, cujas sessões têm um tempo menor (de cinco a dez minutos) e não se estimula mais de dez pontos numa sessão.

Contra bronquite, cólica e xixi na cama - As doenças infantis que encontram resultados altamente satisfatórios no tratamento com a acupuntura são as doenças respiratórias, entre as quais a asma, bronquite e rinite, enurese noturna (fazer xixi na cama enquanto dorme), distúrbios do sono e dores como enxaqueca e cólicas.

“Os pontos estimulados liberam neurotransmissores que reforçam a secreção de substâncias que têm efeitos analgésicos, anti-inflamatórios e de imunização" explica Hong Jin Pai, médico da equipe de Acupuntura do Centro de Dor do Hospital das Clínicas – Faculdade de Medicina da USP.

Os resultados nas crianças aparecem mais rapidamente principalmente se os pais não mostrarem apreensão aos filhos quando o tratamento estiver sendo realizado. Assim os pequenos se sentem mais confiantes no médico.

A cura pode existir somente com a acupuntura, assim como pode ser um tratamento simultâneo com medicações. O que pode acontecer é a redução no uso das medicações e dos sintomas da doença. Ainda a acupuntura pode ser usada para amenizar os efeitos colaterais que alguns medicamentos podem trazer.

Sem contra-indicações - Fazer acupuntura para prevenção em crianças saudáveis não é necessário. Uma criança que tem crises de asma no período do inverno pode fazer sessões durante o outono para fortalecer o seu sistema imunológico, amenizando os sintomas ou mesmo espaçando o aparecimento das crises.

O tratamento não tem contra-indicações e não traz efeitos colaterais se for realizado por um profissional especializado em acupuntura.

Dicas

Procure um acupunturista para fazer a avaliação do seu filho. Só ele poderá indicar o melhor tratamento. Lembre-se: consulte um pediatra para apontar a melhor maneira de curar seu filho.

A ansiedade dos pais pode transparecer para a criança deixando-a agitada durante o tratamento dificultando o trabalho do profissional.

A acupuntura é uma especialidade médica tendo seus resultados comprovados cientificamente. É um tratamento indolor.

publicidade
publicidade