Pesquisar

A importância do armazenamento de Células-Tronco

Existem mais de 80 doenças tratadas com o auxílio das células-tronco

publicidade
Entendemos que o nascimento de um filho é o acontecimento mais importante de sua vida. Por isso, é importante pensar em cada detalhe sobre o futuro do seu bebê, principalmente em relação à sua saúde.

O cordão umbilical do seu bebê é rico em células-tronco hematopoiéticas que, se preservadas, podem ser o futuro tratamento de muitas doenças. Atualmente são mais de 80 doenças com tratamento padronizado. Isso porque, as células-tronco são capazes de originar todas as células do sangue, recompondo o sistema sanguíneo do indivíduo.

As células-tronco hematopoiéticas estão sendo cada vez mais estudadas e utilizadas. As células mais fáceis de obter são as do sangue do cordão umbilical, já que sua coleta não causa desconforto e dor à mãe, não oferece risco ao bebê e não interfere no parto.

células-tronco_foto:pixabay.com

Principais características das células-tronco do sangue do cordão umbilical:
  • Não apresentam riscos para o doador, uma vez que o método de coleta não é invasivo;
  • Caso seja necessária sua utilização, a disponibilidade para transplante é imediata;
  • Por serem células muito jovens, possuem maior capacidade de proliferação e diferenciação;
  • Por serem células imaturas, são incapazes de reconhecer o novo organismo como um ambiente incompatível. Portanto, apresentam baixíssima rejeição quando usadas em transplantes alogênicos;
  • Refazem as células dos sistemas sanguíneo e imunológico;
  • Indicadas para pacientes submetidos à quimioterapia, substituindo as células lesionadas por saudáveis.
Doenças Tratáveis:

Existem mais de 80 doenças tratadas com o auxílio das células-tronco e várias outras se encontram em estágios avançados de estudos. Dentre as doenças mais conhecidas estão as de fundo oncológico (Linfoma, Neuroblastomas, etc), metabólico (Amiloidose, Gangliosidose, Síndromes diversas, etc.) e imunológico (Disgenesia, Enteropatia, Poliendócrina, Lupus, síndromes diversas, etc.).

Foram realizados em todo mundo mais de 20.000 transplantes utilizando células-tronco do cordão umbilical. Futuramente, estas células poderão ser utilizadas para a reconstrução de órgãos, o que conhecemos como Terapia Regenerativa.

Como funciona: 

O processo é simples e envolve as etapas de coleta, transporte, processamento e armazenamento de células-tronco do cordão umbilical. 

  • A gestante e/ou algum acompanhante entra em contato 24h antes do horário marcado para o parto ou assim que houver a primeira contração.
  • Após receber o contato do cliente, é enviado um enfermeiro à maternidade. 
  • Ao chegar à maternidade, o enfermeiro apresenta a sua identificação aos pais e fica à disposição para esclarecer possíveis dúvidas.
  • Imediatamente após o nascimento do bebê, o enfermeiro inicia o procedimento de coleta do sangue do cordão umbilical.
  • Ainda no centro obstétrico são coletadas amostras do sangue da mãe para testes de sorologia.
  • Após coletado, o sangue do cordão é enviado para o laboratório
  • São realizados testes na amostra e no sangue da mãe como contagem do número de células etc. Tudo isso em sala estéril e dentro dos mais rígidos padrões de qualidade. 
  • Após o processamento, as células-tronco são armazenadas em tanques especiais, a -196ºC, e monitoradas 24h por dia.
  • Todo material coletado é transportado em maletas térmicas, com sistema de controle constante de temperatura, garantindo a sua total integridade durante o transporte.
Mais informações: www.cellpreserve.com.br
publicidade
publicidade