Colunistas

A Hora do Desfralde

A hora do desfralde deve ser iniciada quando a criança estiver na fase correta, independente da idade dela.

Entre as muitas dúvidas que têm aparecido no consultório ultimamente, uma das mais comuns e aparentemente simples de se resolver é quando iniciar o “treinamento do xixi” ou, em outras palavras, a hora do desfralde. Já escrevi muitas matérias no meu site (pode procurar lá), mas ainda acho que há uma nova orientação a ser dada.

E apesar de reconhecer que os custos das fraldas podem muitas vezes perturbar alguns pais e que o “desconforto” causado pelo incômodo da criança quando suja ou molhada, associado ao aroma peculiar e normalmente desagradável que exala dessas fraldas, nada justifica os riscos causados pela sua retirada precoce.

É sempre importante, tanto nessa quanto em outras questões, respeitar o ritmo da criança. É necessário que a criança tenha as condições de entender o processo para que ela possa ser desfraldada sem que isso cause transtornos emocionais, psicológicos e até clínicos. Quem tem intestino preso ou infecção urinária, por exemplo, sabe o quanto essas situações são incômodas. E elas podem ter tido seu início com a ansiedade dos pais, cuidadores e da escola na retirada das fraldas.

Criança usando fraldas olhando para o vaso sanitário - Foto: jamiehooper/ShutterStock

Então, como saber que uma criança está preparada para tirar as fraldas?

Cada criança é única e precisa ser acompanhada individualmente. Normalmente, qualquer tentativa antes dos 2 anos e meio a 3 anos pode ser frustrante para todos. O desenvolvimento neuro-psico-motor segue a direção crânio-caudal, ou seja, da cabeça para os pés e do centro para a periferia do corpo, ou seja, de dentro para fora. 

Assim, não adianta esperar que uma criança que não sabe ficar de pé ande. E mesmo quando ela começa a andar, as quedas são frequentes porque o equilíbrio adequado ainda não se desenvolveu.

Assim é também em relação às fraldas. Apesar da musculatura envolvida ser a mesma, tanto para o controle das fezes, quanto da urina, os esfíncteres são separados e o habitual é que a criança consiga desenvolver a habilidade do sistema digestório antes do urinário.

Devemos observar neste processo, três fases distintas para saber qual o momento de iniciar o “treinamento” e não o “condicionamento”. Vamos a elas?

FASE -1 – A criança consegue te avisar que FEZ

Até esse momento, a criança anda com suas fraldas “pingando pela casa” ou “difundindo o cheiro” sem que isso a incomode. Se ela não tem essa consciência (que as fraldas já estão inapropriadas para o uso), não há como querer que ela entenda que precisa exercitar o controle.

Algumas crianças podem até querer tirar as fraldas quando percebem que elas estão molhadas ou sujas e isso pode já ser um sinal de que ela está preparada para a próxima fase, mas não que ela saiba controlar as suas eliminações. Se a fralda for retirada nesse momento, a chance de ocorrerem “vazamentos” é imensa e a de sucesso é muito, muito reduzida.

FASE -2 – A criança consegue te avisar que ESTÁ FAZENDO

Agora a criança começa a perceber que algo diferente está acontecendo. Além de já se sentir desconfortável com a fralda cheia de fezes e/ou urina, ela começa a ter a sensação das suas passagens pelo reto ou pela uretra, mas não consegue ainda conter ou reter. Em grande parte dos casos, a criança escolhe um cantinho, senta ou se agacha, olha para os pais com carinha de “tô fazendo” e começa a se incomodar quando terminou, quase que exigindo ser limpa. 

Muitos pais, professores (nas escolinhas) começam aqui a tentativa de treinamento do controle. Mas para que essa atitude tenha sucesso, seria necessário um passo que a criança ainda não conseguiu: o segurar, a hora de segurar e soltar depois, a hora de soltar. Ou seja, ainda falta o principal: a consciência. Nessa fase, as crianças podem até ser “condicionadas” que, apesar de ser um sinônimo em alguns dicionários, ainda é diferente de serem “treinadas”. 

FASE -3 – A criança consegue te avisar que QUER FAZER

Depois de algum tempo, individual para cada criança, começa a ocorrer uma evolução. Nessa fase, a criança começa a ter o controle e consegue segurar as fezes e a urina. Muita gente já ouviu falar das fases de desenvolvimento especificadas por Freud?

  • Fase oral (0 a 18 meses/2anos);
  • Fase Anal (18 meses/2 a 3/4 anos);
  • Fase Fálica (3/4 a 5/6 anos);
  • Período de Latência (5/6 anos a 11/12 anos);
  • Fase Genital (11/12 anos a 17/18 anos).

Freud pode ter sido um dos responsáveis pela precocidade do treinamento quando estabeleceu que aos dois anos inicia-se a fase anal. O fato de ela se iniciar aqui, aos dois anos, ainda não significa que a criança esteja totalmente preparada para controlar e exercer a função segurar / soltar de forma correta e nem que ela já tenha consciência disso.

Você já pensou por que razão, quando temos vontade de urinar ou evacuar, nós dizemos que “vamos ao banheiro”?

Acompanhem os passos desse processo:

  • Sentir a vontade de urinar ou evacuar;
  • Reter (segurar) fezes / urina;
  • Ir ao banheiro;
  • Tirar a roupa do caminho (calça ou vestido, cueca ou calcinha, fraldas ainda);
  • Sentar;
  • Liberar os esfíncteres (relaxar a musculatura);
  • Esvaziar o reto e/ou a bexiga;
  • Fazer a higiene local adequada (ser limpo ou se limpar);
  • Vestir a roupa novamente;
  • Lavar as mãos;
  • Acabou.

Fazer é fácil quando não temos que pensar em tudo isso, ou seja, quando isso já é nosso hábito. Se a criança estiver aprendendo, sendo “treinada” e os passos seguidos não forem nessa ordem exata... A coisa pode se desastrosa, não é mesmo?

Assim, é nesse momento que devemos pensar em iniciar o treinamento. Isso deve ocorrer quando a criança começa a segurar fezes e urina e olha para os pais/professores com cara de “E agora o que é que eu faço?”.

Nesse momento, toda atenção dever ser dada a esse treinamento, atendendo imediatamente à necessidade da criança, nunca criticando e nem punindo o insucesso e sempre se colocando ao lado da criança, tanto apoiando e estimulando, quando não der certo, como elogiando e “vibrando” com os bons resultados.

Dr. Moises Chencinski

Dr. Moises Chencinski
Médico especializado em pediatria e homeopatia
Veja Perfil Completo

 

Esta página foi publicada em: 27/02/2013.

Mais deste AUTOR:

Comentários

Faby

Olá Dr, hoje estou aqui só para agradecer sua ajuda, consegui tirar a fralda de uma vez do meu filho.
Obrigada.
Fabiana

Doutor Moises

Olá, Faby.

Que bom.

E que tenha sido sem sofrimento para ninguém, né?

Sandraveiga30

ola doutor minha filha largou a fralda aos 2 anos sem problemas, ela sempre pedia para ir ao penico, já saía com ela para todo o lado sem fralda, mas agora passados 7 meses ela regrediu e voltou a usar fralda mas só para o xixi, para o coco ela pede para ir ao penico, para o xixi ela deixou de pedir não sei o que fazer, estou preocupada .

Doutor Moises

Olá, Sandraveiga30.

Agora está na hora de recuperar toda a antecedência e a pressa que houve aos 2 anos para o desfralde.

Essa é uma das consequências da retirada precoce, quando "parece" que eles estão prontos, mas ainda estão em fase de aprendizado.

Se ela controlava e perdeu o controle, converse com seu pediatra. Esse pode ser um sinal de infecção urinária.

Tenha paciência, acompanhe e, aos poucos, retome o treinamento.

Moni

Dr. Boa tarde!
Meu bebê esta com 1 ano e 10 meses, já estou na operação "Chega de Fraldas!"
Ele já avisa que está fazendo xixi e cocô, dias se sucesso e dias que nem com reza ele senta no pinico.
Normal né?

Doutor Moises

Moni, boa tarde.

Não, não é normal iniciar esse desfralde tão cedo.

Seu bebê não está preparado ainda para essa fase.

Dê uma lidinha a mais no texto e você vai entender qual será o momento mais propício e em que não haverá nenhum problema e nenhuma dificuldade no processo.

Andreia

Minha filha de 3 anos e 8 meses não consegue fazer coco no vaso. Sempre pede para colocar a fralda. Ja tentei o troninho, adaptador para o vaso sanitário e nada, agora já estou partindo para chantagem, quando ela pede algum brinquedo ou alguma guloseima, condiciono isso ao fato dela fazer coco no vaso, mas não está funcionando, ela diz que não quer mais o brinquedo e nem a goloseima e pede novamente a fralda. Fico preocupada, pois ela já está com quase 4 anos. O que fazer?

Doutor Moises

Andreia, sem chantagem.

Ela simplesmente está mostrando que ainda não está "preparada" para evacuar no vaso e assim, retirar as fraldas definitivamente.

Guloseimas ela não deveria comer nunca e muito menos como prêmios.

O que fazer?

- Diminuir a sua ansiedade e a pressão.
- Não fazer chantagens.
- Esperar, com o tempo ela te mostrará quando estará preparada.

Deuaine

Minha filha acabou de completar 3 anos, antes um pouco de completar dois anos já fazia xixi no piniquinho sozinha, mas o coco só na roupa, já tentei várias coisas e nada resolvi leva-la psicanalista estamos, tentando mas parece que toda vez q se fala no assunto entra em panico, chora, eu já consegui fazer ela sentar e até fez mas chorando e não voltou mais, tem alguma sugestão??

Doutor Moises

Deuaine, e a psicanalista aceitou tratar a sua filha de 3 anos???

Pare de ir nessa "profissional".

Ela deveria ter te informado apenas que sua filha não está preparada ainda para fazer cocô no pinico.

Aliás, qual a pressa? Leia com calma o texto acima e perceba que ela não deveria nem ter iniciado o treinamento no piniquinho aos 2 anos.

Na maioria das vezes, a ansiedade dos pais pode refletir na criança trazendo prejuízo à família toda.

Minha sugestão:
- Pare de levar sua filha à terapia.
- Sem pressa, respeite o tempo dela.
- Converse mais com seu pediatra que vai te orientar melhor.

Estrelinha

Ola dr., meu filho esta com 1 ano e 8 meses e quando sente vontade de fazer xixi ele me avisa, pegando na fralda e falando xixi. Comprei um peniquinho para ele mas quando o levo pra sentar ele não faz, não consegue ficar muito tempo (e eu sempre fico com ele no banheiro) e logo após quer se levantar e acaba fazendo na cuequinha. Devo continuar estimulando ou espero mais um tempo???

Doutor Moises

Olá, Estrelinha.

O fato de ele mostrar e falar xixi não significa que ele já saiba o que etsá acontecendo.

Aliás, ele está te mostrando que ele não tem ideai da relação bexiga cheia vs. xixi vs. tirar as fraldas vs. usar o piniquinho.

Relaxe e deixe ele relaxar. Pra que treinar e forçar algo que ele não entende ainda?

Dê um tempinho a mais.

Depoimento