Crescidinhos

A criança hiperativa

Precisamos deixar claro que agitação não é sinônimo de hiperatividade ou Transtorno do Déficit de Atenção por Hiperatividade - (TDAH), este é um transtorno mental e, em geral, em crianças com idade escolar.

Essas crianças são vistas como problemáticas pelas pessoas que convivem com ela, o que gera muita angústia para seus pais pela falta de disciplina, dificuldade de concentração, de respeitar regras, irritabilidade, etc.

Crianças indisciplinadas, birrentas, malcriadas, falantes e muito espertas, principalmente para o que lhes interessa, são vistas popularmente como hiperativas, termo usado erroneamente.

Como já mencionei, a hiperatividade é um transtorno, uma vez que causa muitos problemas para a criança, principalmente de relacionamento e, que quando tratado por especialistas como neurologista, psiquiatra, psicólogo, ou outros profissionais especializados nessa área, pode ser bem administrado.

As crianças inquietas devem ser observadas pelos pais, porque muitas vezes esses comportamentos estão ligados a problemas sociais ou familiares ou até mesmo físico.

Um exemplo disto é o de um bebê muito chorão e agitado não satisfeito com nada e que não responda a nenhum estímulo. A mãe preocupada, leva-o ao médico e o profissional constata uma surdez. Na gestação a mãe teve rubéola o que gerou o problema do bebê, ou seja, o bebê tem um problema físico, o que o deixa irritado e agitado.

Já foi constatado que mães que tiveram uma gravidez estressante têm crianças mais agitadas.

O que percebo é que a maioria das crianças que são muito estimuladas desde bebê, são extremamente agitadas e mal comportadas.Toda criança precisa ser respeitada e por mais energia que tenha, necessita de descanso.

Muito estímulo é prejudicial.

Estes estímulos também estão ligados a atividades extras que tomam conta de todos os dias da sua semana e ainda obrigam a criança a dar conta do recado.

Toda criança precisa estudar, praticar esportes, ou podem ter outras atividades extra-curriculares, como fazer inglês, etc. Mas precisam, principalmente, brincar e descansar para aliviar suas tensões e isso deve ser respeitado.

Seu filho poderá ter Transtorno de Défict de Atenção por Hiperatividade se apresentar esses comportamentos juntos:

  • Dificuldade de concentração (vive no mundo da lua)
  • Não escuta quando lhe dirigem a palavra
  • Não aceita tarefas que envolvam trabalho mental
  • Não se envolve em brincadeiras e, não as mantém por muito tempo
  • Tem dificuldade em aguardar sua vez
  • Fala em demasia
  • Nunca pára sentado
  • Não aceita regras
  • Está ligado dia e noite

Você deve ter percebido que talvez seu filho se encaixe em um desses tópicos só que: tudo isso deve acontecer em casa, na casa do amigo, na escola, no passeio, ou seja, em situações agradáveis e desagradáveis. Neste caso procure ajuda de um profissional.

Caso contrário verifique se os fatores ambientais não estão favoráveis, como a escola, desentendimento dos pais, perda de alguém importante, etc.

Muitas vezes a agitação da criança é o reflexo do que ela está vivendo no seu dia a dia.

Mirene F. M. A. Marques

Depoimento