Pesquisar

A criança e o mundo do faz de conta

Homem-Aranha, Ben 10, Meninas Superpoderosas. Estes personagens são apenas alguns, dentre uma infinidade, que as crianças podem se inspirar para entrar no mundo da fantasia.

publicidade

Com 4 ou 5 anos de idade, um dos passatempos preferidos das crianças é criar personagens. É através desses caracteres que eles desenvolvem a imaginação e a criatividade, e descobrem suas primeiras aptidões. O faz de conta é uma saudável brincadeira que deve ser incentivada pelos pais, que podem inclusive, participar propondo jogos e atividades.

“Adivinhe se puder”, teatro de fantoches, troca de papéis, “mocinho e bandido”, cidades e personagens imaginários, são exemplos de brincadeiras nas quais os pais se divertem brincando com seus pequenos, proporcionando um momento de verdadeira união familiar.

Para que a brincadeira seja ainda mais divertida, os pais podem improvisar cenários, adereços e situações diversas. Incentivar as crianças, levando-as em lojas de fantasias, é uma ótima oportunidade de saber mais sobre seus personagens favoritos.

Menina fantasiada de super heroi - Foto: Rob Hainer/ShutterStock

Quando a criança está representando, ela se sente livre para se expressar e colocar em práticas dúvidas que não colocaria num ambiente puramente real. Psicólogos afirmam que até a troca de papéis entre meninos e meninas é saudável, e uma ótima oportunidade de conhecer o seu oposto.

Fingir ser um personagem “inimigo do mundo”, por exemplo, e lutar contra os heróis, é uma maneira eficaz de desenvolver o senso de justiça, e distinguir o bem do mal. Da mesma forma, quando se fingem de monstros e fantasmas estão apenas tentando ser o que sabem, inconscientemente, ser impossível. É aí que entra a fantasia.

Uma boa dica é usar as brincadeiras de faz de conta para trabalhar os medos da garotada. Para os que têm medo de injeção, se fingir de enfermeira e cuidar de uma coleguinha pode ajudar a espantar o medo da agulha.

publicidade
publicidade